DESKTOP

Projeto do Memorial Paranista é apresentado em Curitiba

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp

Cintia Mazzaro

O prefeito Rafael Greca no evento de apresentação do projeto do Memorial Paranista do Parque São Lourenço e de aquisição das esculturas de João Turin. (Fotos: Pedro Ribas/SMCS)
O novo memorial incluirá o espaço Jardim das Esculturas, que receberá 12 peças do artista paranaense João Turin.
Imagem virtual da fachada do novo memorial.
Imagem virtual da parte interna do novo memorial.
Escultura de João Turin.
Escultura de João Turin.
Escultura de João Turin.

O prefeito Rafael Greca conheceu, na última sexta feira (28) o projeto do Memorial Paranista do Parque São Lourenço. O projeto, apresentado pelo arquiteto do Instituto de Pesquisa e Planejamento Urbano de Curitiba (Ippuc), Guilherme Kloch, começou a ser elaborado em dezembro, quando aconteceu a assinatura do decreto municipal 2218, referente à destinação do espaço para o memorial.

O novo memorial incluirá o espaço Jardim das Esculturas, que receberá 12 peças do artista paranaense João Turin. “É indizível minha alegria ao fazer este parque que reverencia o gênio desse grande paranista”, disse Greca ao assinar o contrato de compra de esculturas de Turin com o detentor dos direitos sobre o acervo, Samuel Ferrari Lago.

Com a intervenção no Parque São Lourenço, o Centro de Criatividade será revitalizado. O próximo passo do projeto para o memorial será a abertura da licitação. O prefeito de Curitiba postou em suas redes sociais sobre o Memorial Paranista e as obras de João Turin. Leia abaixo o texto na integra:

#MemorialParanistaJoãoTurin

Vamos fazer em Curitiba o primeiro marco dos 200 anos da Independência do Brasil a serem comemorados em 2022. A estátua colossal do Cacique Guairacá – o índio que disse “Esta terra tem dono!”- será o primeiro símbolo de um Brasil capaz de superar todas as dificuldades e traduzir a força dos caboclos da Terra. Lembrando isto,oportunamente, para os filhos de todas as gentes que aqui vivem. João Turin era um italianinho de Morretes, nascido em 1878 e até morrer em Curitiba, em 1948, depois de fundar a Escola de Música e Belas Artes do Paraná, depois de vencer duas vezes o Salão Nacional de Artes. Usou sua energia criativa para transmitir nossa herança telúrica. A força da nossa terra traduzida no bramir das onças galopantes, no galopar ágil dos lobos guarás, do vicejar pujante dos pinhões quando se transformam nas grandiosas araucárias. A transformação do Parque São Lourenço, Centro de Criatividade já consagrado, em homenagem ao mais criativo brasileiro que viveu entre nós, é uma profissão de fé no futuro da minha amada Curitiba.

*** Serão 3 esculturas em bronze em escala heróica, 12 bronzes em escala em monumental e outras 78 obras no tamanho das galerias de arte. Eis que nasce o Memorial Paranista João Turin! Convidei os curitibinhas das escolas Jardim Europa (Boqueirão), Vila Torres (Matriz), Foz do Iguaçu (Santa Felicidade), Itacelina Bittencourt (Portão), Professor Osvaldo Arns (Tatuquara), CEI Carlos Drummond de Andrade (Bairro Novo), Duílio Calderari (Boa Vista), CEI Padre Francisco Meszner (CIC), CEI Issa Nacli (Cajuru), e São Mateus do Sul (Pinheirinho) como testemunhas do nascimento do novo parque.

Estiveram comigo no lançamento e assinatura da ordem de serviço Samuel Ferrari Lago, Pietro Krieger Ferrari Lago, César Augusto Turin, Vanessa Volpi, Cibele Fernandes Dias, Maurício Appel, Marilza Dias, Tatiana Turra, Maria Sílvia Bacila, Cristiano Morrissey e Marino Júnior. #VivaCuritiba

Veja Também

2 comentários em “Projeto do Memorial Paranista é apresentado em Curitiba”

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

X