DESKTOP

Balanço do BPTran mostra aumento de mortes no trânsito em Curitiba; Visconde de Guarapuava está entre as campeãs

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp

Reinaldo Bessa

mortestransito.reinaldobessa 1024x683 - Balanço do BPTran mostra aumento de mortes no trânsito em Curitiba; Visconde de Guarapuava está entre as campeãs
As vias em que mais aconteceram acidentes no primeiro semestre deste ano foram as avenidas Marechal Floriano Peixoto (63), Comendador Franco (57) e Visconde de Guarapuava (48).

Trinta e duas pessoas morreram no trânsito de Curitiba no primeiro semestre deste ano, em 2.993 acidentes registrados pelo Batalhão de Polícia de Trânsito da capital. Os números foram divulgados nesta sexta-feira (19). Segundo o BPTran, o desrespeito à legislação de trânsito e a imprudência são os principais fatores. Considerando somente os acidentes com vítimas, as ocorrências aumentaram 8,04% na comparação com o primeiro semestre de 2018. Já o número de pessoas feridas cresceu 2,98% no mesmo período. As vias em que mais aconteceram acidentes foram as avenidas Marechal Floriano Peixoto (63), Comendador Franco (57) e Visconde de Guarapuava (48).

A extensão das ruas, que interligam as regiões Sul e Central da capital e a Região Metropolitana, e o tráfego intenso de veículos são os principais motivos para o alto número de acidentes. “São motos, ônibus do transporte coletivo, táxis, motoristas de aplicativos de transporte privado disputando cada espaço com a ideia de perder o menor tempo possível no trânsito”, explica o porta-voz do BPTran, tenente Rafael Kowalski. Ele acrescenta que outro aspecto que contribuiu para elevar o número de acidentes é o aumento da frota, que ganhou 18 mil veículos na cidade de janeiro a junho deste ano.

Para tentar diminuir o problema, o BPTran investe em campanhas educativas com instituições parceiras ligadas ao trânsito. Segundo Kowalski, o trabalho é intensificado em datas como o Dia do Motociclista, o Dia Nacional de Prevenção a Acidentes, a Semana Nacional do Trânsito e o Maio Amarelo. “Ao invés de uma caneta e um bloco de infrações de trânsito, os policiais militares têm investido no diálogo e na aproximação com os condutores”, diz o tenente. Além de blitzes educativas, palestras em universidades e escolas visam a informar o público jovem para que ele seja um disseminador para familiares e amigos.

Veja Também

3 comentários em “Balanço do BPTran mostra aumento de mortes no trânsito em Curitiba; Visconde de Guarapuava está entre as campeãs”

  1. After study a few of the blog posts on your website now, and I truly like your way of blogging. I bookmarked it to my bookmark website list and will be checking back soon. Pls check out my web site as well and let me know what you think.

  2. Very good blog! Do you have any tips and hints for aspiring writers? I’m hoping to start my own website soon but I’m a little lost on everything. Would you recommend starting with a free platform like WordPress or go for a paid option? There are so many choices out there that I’m totally confused .. Any ideas? Appreciate it!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

X