DESKTOP

Eleição para nova diretoria da Fiep tem bate-chapa entre vices da atual gestão

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp

Da Redação

Campus da Indústria – Sistema Fiep. (Foto: Fiep/Divulgação)

Duas chapas concorrem à eleição da Federação das Indústrias do Paraná (Fiep) nesta quarta-feira (14). A chapa de situação, apoiada pelo atual presidente, Edson Campagnolo, tem à frente o industrial do setor metalmecânico e presidente do Sindimetal de Maringá, Carlos Walter Martins Pedro. O grupo de oposição é liderado pelo engenheiro e empresário do setor da construção civil, José Eugênio Gizzi, ex-presidente do Sinduscon-PR. Ambos integram a atual diretoria da entidade como vice-presidentes.

A Fiep tem 99 sindicatos filiados, dos quais 96 estão habilitados a votar, de acordo com os critérios estabelecidos pelo regulamento eleitoral. Cada sindicato tem direito a um voto. A votação está sendo realizada em Curitiba desde às 12h e se encerra às 18 horas, com a apuração começando logo em seguida. O resultado deve ser anunciado às 19 horas. O mandato da nova diretoria começa em 1º de outubro e vai até 2023. O orçamento da Fiep é de aproximadamente R$ 800 milhões.

Comemoração

Nesta quinta-feira (15), acontece o evento em comemoração aos 75 anos da Fiep, no Campus da Indústria, no Jardim Botânico. A solenidade vai reunir industriais, lideranças do setor e autoridades e será marcada por homenagens a empresários, empresas e profissionais que contribuem ou já contribuíram para o desenvolvimento da indústria paranaense. Os homenageados foram indicados pelos sindicatos filiados à Fiep e pela direção da entidade.

Veja Também

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

X