DESKTOP

Tribunal de Justiça compra edifício do município de Curitiba que estava desativado

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp
Tempo de leitura: 1 minuto

Da Redação

O prefeito Rafael Greca e o presidente do TJ-PR, desembargador Adalberto Jorge Xisto Pereira, durante a assinatura da escritura que formalizou a venda do edifício Pery Moreira. (Foto: Pedro Ribas/SMCS)

Sete milhões e setecentos mil reais. Este foi o valor pago pelo Tribunal de Justiça do Paraná pela compra do edifício Pery Moreira, localizado na Rua Álvaro Ramos, no Centro Cívico. O prédio, de 12 andares, que pertencia à Prefeitura de Curitiba, foi sede da Procuradoria Geral do Município até junho de 2018 e estava desocupado. A escritura da venda foi assinada pelo prefeito Rafael Greca e pelo presidente do Poder Judiciário, desembargador Adalberto Jorge Xisto Pereira, nesta quarta-feira (18) na sede do TJPR.

Depois de reformado, o edifício passará a abrigar parte dos setores do Judiciário e a Escola de Servidores do Tribuna. A compra foi autorizada pela Assembleia Legislativa. Acompanharam a assinatura da escritura a procuradora-geral do município, Vanessa Volpi, e o secretário municipal de Planejamento, Finanças e Orçamento, Vitor Puppi, além de diretores do TJPR.

Veja Também

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

X