DESKTOP

Bienal de arte digital ‘Laniakea – The Wrong’ inicia em fevereiro

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp

Da Redação

05 Lucas Zanotto Square Feelings - Bienal de arte digital ‘Laniakea - The Wrong’ inicia em fevereiro
Square Feelings, obra de Lucas Zanotto. (Fotos: Arquivo pessoal de cada artista)
05 Lucas Zanotto Square Feelings - Bienal de arte digital ‘Laniakea - The Wrong’ inicia em fevereiro
04 Franco Palioff Goddy  - Bienal de arte digital ‘Laniakea - The Wrong’ inicia em fevereiro
A obra Goddy, de Franco Palioff.
04 Franco Palioff Goddy  - Bienal de arte digital ‘Laniakea - The Wrong’ inicia em fevereiro
03 Dirk Koy Carousel - Bienal de arte digital ‘Laniakea - The Wrong’ inicia em fevereiro
Carousel, obra de Dirk Koy.
03 Dirk Koy Carousel - Bienal de arte digital ‘Laniakea - The Wrong’ inicia em fevereiro
01 Rodrigo Faustini Garoto Transcodificado - Bienal de arte digital ‘Laniakea - The Wrong’ inicia em fevereiro
Garoto Transcodificado, obra do artista Rodrigo Faustini.
01 Rodrigo Faustini Garoto Transcodificado - Bienal de arte digital ‘Laniakea - The Wrong’ inicia em fevereiro
02 Albert Birney Tux and Fanny - Bienal de arte digital ‘Laniakea - The Wrong’ inicia em fevereiro
A obra Tux and Funny, do artista Albert Birney.
02 Albert Birney Tux and Fanny - Bienal de arte digital ‘Laniakea - The Wrong’ inicia em fevereiro

A partir da próxima terça-feira (04), acontece em Curitiba a The Wrong – New Digital Art Biennale – considerada a maior, diversificada e acessível bienal de arte digital do mundo. Na quarta edição do evento, que fica em cartaz até o mês de março, o público terá a oportunidade de interagir com as obras de 15 artistas nacionais e internacionais em exposições que acontecerão no Centro Cultural FIEP e na Torre Panorâmica, no Mercês.

Fundada em 2013 pelo empreendedor cultural, escritor e artista maker espanhol, David Quiles Guilló, a The Wrong tem o objetivo de criar, promover e fomentar o pensamento inovador artístico por meio de exposições de arte digital em dois formatos: online (nos chamados Pavilhões) e offlines ou físicas (nas chamadas Embaixadas). Para Flávio Carvalho, curador da exposição na cidade e um dos curadores da Bienal Internacional de Arte de Curitiba, o evento evoca a transformação na cidade em vários aspectos.

Curitiba é, pela segunda vez, uma das Embaixadas da The Wrong e nesta edição recebe o título Laniakea, que significa “paraíso imenso” em havaiano. Laniakea é um superaglomerado de galáxias da qual a Via Láctea faz parte. A descoberta foi feita em 2014 por astrônomos da Universidade do Havaí, liderados por R. Brent Tully. O conceito dessa exposição é que cada artista represente uma galáxia, gerando múltiplas interpretações do espectador.

Serviço:
Abertura | Laniakea – The Wrong – New Digital Art Biennale
Dia 04 de fevereiro, das 19h às 22h
Local: Rua Paula Gomes, 270, São Francisco
Entrada: gratuita

Laniakea – The Wrong – New Digital Art Biennale
De 11 de fevereiro até 29 de março
Local: Torre Panorâmica de Curitiba (Rua Professor Lycio Grein Castro Vellozo, 191, Mercês)
Entrada: R$ 6 (inteira) e R$ 3 (meia)
Informações: Evento no Facebook ou www.lani.digital

Veja Também

1 comentário em “Bienal de arte digital ‘Laniakea – The Wrong’ inicia em fevereiro”

  1. Pingback: Uma das maiores estruturas de forno para queima de cerâmicas do Brasil será inaugurada no Parque São Lourenço - Reinaldo Bessa

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

X