DESKTOP

Latam anuncia novos voos diários entre Curitiba e Foz do Iguaçu a partir de março com aeronaves Airbus A319

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp

Da Redação

normal Aeroporto foz4 - Latam anuncia novos voos diários entre Curitiba e Foz do Iguaçu a partir de março com aeronaves Airbus A319
Aeroporto Internacional de Foz do Iguaçu. (Foto: Geraldo Bubniak/ANPr)

A Latam Brasil anunciou nesta quarta-feira (12) que vai dar início a novos voos diários entre Curitiba e Foz do Iguaçu a partir de 29 de março, data em que a capital paranaense comemora 327 anos. A companhia decidiu ampliar de 2 para 16 o número de voos semanais diretos entre as duas cidades. De acordo com a Latam, a medida reflete a atenção com as oportunidades no Paraná, onde a companhia mantém contrapartidas em acordo para a redução do ICMS sobre o combustível de aviação. Os voos serão operados com aeronaves Airbus A319 que acomodam 126 passageiros na classe Econômica e 12 na Premium. Os voos adicionais serão diários na rota Curitiba-Foz com saída as 10h55 e as 13h20 na rota oposta.

Atualmente, a Latam já opera cerca de 280 voos semanais no Paraná nas seguintes rotas: Curitiba-Guarulhos; Curitiba-Brasília; Curitiba-Congonhas; Curitiba-Porto Alegre; Curitiba-Santos Dumont; Curitiba-Foz do Iguaçu; Foz do Iguaçu-Congonhas; Foz do Iguaçu-Galeão; Foz do Iguaçu-Guarulhos; Foz do Iguaçu-Santos Dumont; Londrina-Congonhas; Londrina-Guarulhos e Maringá-Guarulhos. A Azul e a Gol também fazem a rota entre a capital e Foz.

LEIA TAMBÉM:

A nova operação ajuda a consolidar o Paraná como uma das maiores malhas aéreas do país. O programa Voe Paraná, lançado pelo governo do estado em 2019, retomou a aviação regional no estado, com rotas operadas pela Gol ligando Curitiba a dez cidades do interior.

Foz do Iguaçu conseguirá aumentar ainda mais a quantidade de voos e rotas com a ampliação da pista do Aeroporto Internacional das Cataratas, com conclusão prevista para 2021, que passará dos atuais 2.195 metros de comprimento para 2,8 mil metros. Além disso, estão previstas melhorias na área de check-in, ampliação das salas de embarque e desembarque, implantação de escadas rolantes, carrosséis de bagagem, novos elevadores e quatro pontes de embarque (fingers). Esse conjunto de obras deve aumentar a capacidade do aeroporto de 2,6 milhões para 5 milhões de passageiros ao ano.

Veja Também

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.