DESKTOP

Projeto de lei proíbe doação de sobras deixadas por clientes em restaurantes de Curitiba

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp

Da Redação

7666 1024x683 - Projeto de lei proíbe doação de sobras deixadas por clientes em restaurantes de Curitiba
Projeto do vereador Edson do Parolin regula a doação de alimentos a entidades sociais. (Foto: Freepik)

A doação de alimentos feita por bares, restaurantes e outros estabelecimentos de Curitiba pode receber uma regulamentação. É o que prevê o projeto de lei do vereador Edson do Parolin (PSDB), que permite a doação de alimentos de forma geral desde que não sejam restos ou sobras que já tenham sido servidos antes. Segundo Parolin, não há nenhum texto específico que regule a doação por parte de empresas a entidades de assistência social públicas e privadas. A proposta prevê ainda que é de responsabilidade das entidades que receberão as doações o transporte, o armazenamento e a distribuição, assim como a manutenção dos alimentos.

LEIA TAMBÉM:

Restaurantes, bares, peixarias e açougues, por exemplo, já têm permissão para fazer a doação de alimentos desde que licenciados e que sigam todas as regras estabelecidas no Manual de Boas Práticas para Serviços de Alimentação da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa).

Veja Também

1 comentário em “Projeto de lei proíbe doação de sobras deixadas por clientes em restaurantes de Curitiba”

  1. Pingback: Santa Casa recebe doação para atender emergência do coronavírus

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

X