DESKTOP

Curitiba ganhará nova cadeia com capacidade para 500 presos

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp

Monique Benoski

normal 20200220 AGB Delegacia8 - Curitiba ganhará nova cadeia com capacidade para 500 presos
A atual sede do 11º Distrito Policial, na CIC, que dará espaço ao novo presídio de Curitiba. (Foto: Geraldo Bubniak/AEN)

Nos próximos meses, o Governo do Estado vai transformar a atual sede do 11º Distrito Policial, que fica na CIC (Cidade Industrial de Curitiba), em um novo presídio que deve receber entre 400 e 500 detentos. A reforma também implicará, de acordo com o diretor-geral do Depen, Francisco Caricati, em uma nova estrutura para a delegacia, em outro endereço – a Secretaria de Estado da Segurança Pública está procurando um imóvel que atenda às necessidades do 11º Distrito. A expectativa é que a mudança ocorra em até 6 meses.

O diretor conta que repetirá a estratégia de transformar delegacias em presídios também em outras cidades, no interior do estado. Alguns projetos já estão em andamento como em União da Vitória (Sul), Paranaguá (Litoral), Jaguariaíva (Campos Gerais) e Umuarama (Noroeste). “São ampliações importantes, modernizações que se refletem em mais segurança e confiabilidade”, completou.

A modernização do 11º Distrito, de acordo com o Departamento Penitenciário do Estado do Paraná (Depen-PR), exigirá um investimento estimado em R$ 1 milhão por parte do Tesouro Estadual. Caricati reforça que o investimento é significativo mostrando a preocupação do estado em resolver o problema da falta de vagas em cadeias, além de melhorar a estrutura da segurança pública do Paraná.

No pacote de investimento no sistema prisional paranaense, além dessas mudanças de instalação, está a construção de novas delegacias. Três obras já estão em andamento: uma Delegacia Cidadã, em Almirante Tamandaré, a futura delegacia do Alto Maracanã, em Colombo e a um novo endereço para a delegacia de Araucária.

LEIA TAMBÉM:

Em Almirante Tamandaré, haverá espaços específicos para separar vítimas de agressores e terá possibilidade de assistência social e psicólogos quando necessário. A delegacia de Colombo será construída em um terreno que foi doado pela prefeitura da cidade e substituirá a atual que funciona em um prédio alugado, gerando economia de cerca de R$ 9,9 mil mensais. E no novo endereço, a delegacia de Araucária será quatro vezes maior do que a atual.

Mais informações: http:///www.facebook.com/governoparana e www.pr.gov.br

Veja Também

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

X