DESKTOP

Fiscalização de motoristas de aplicativos começou nesta segunda-feira

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp

Monique Benoski

00293433 - Fiscalização de motoristas de aplicativos começou nesta segunda-feira
Motoristas de aplicativos começaram a ser fiscalizados pelo Setran. (Foto: Luiz Costa /SMCS)

A fiscalização de motoristas de aplicativo pela Urbs (Urbanização de Curitiba S/A), que a princípio teria início no dia 1º de fevereiro e foi prorrogada, começou hoje (02). A nova data foi estipulada para dar mais tempo para fazer o cadastro online. Foram 27 mil cadastrados. Alguns motoristas ainda precisam encaminhar alguns documentos, mas como já possuem o protocolo do cadastro não precisam se preocupar. A carteirinha é virtual.

A ação, conjunta com a Superintendência de Trânsito (Setran), exige o cadastro por parte de todos os motoristas de aplicativos de transporte. A exigência é legal e ficará permanentemente aberta para ser realizada tanto por novos condutores quanto para os antigos. Quem não se cadastrar está sujeito a ter seu carro recolhido para o pátio da Setran, de acordo com o artigo 232 do Código Brasileiro de Trânsito, parágrafo VIII, até que seja feita a regularização.

De acordo com o presidente da Urbs, Ogeny Pedro Maia Neto, o número de cadastros superou as expectativas. Além de melhorar o controle do transporte clandestino em Curitiba, a medida é importante para garantir mais segurança e qualidade no serviço tanto para os passageiros quanto para os motoristas, afastando possíveis pessoas mal-intencionadas do sistema.

Maia Neto também explica que o único gasto que o motorista tem nesse processo é cartorial, referente às certidões de antecedentes criminais que precisam ser apresentadas. E reforça que não existe algum outro tipo de taxa municipal.

LEIA TAMBÉM:

00293432 - Fiscalização de motoristas de aplicativos começou nesta segunda-feira
Em breve, motoristas de aplicativos cadastrados poderão trabalhar em Curitiba e São José dos Pinhais. (Foto: Pedro Ribas/SMCS)

Convênio

Em breve, a capital paranaense deve assinar um convênio que permite que motoristas de Curitiba e de São José dos Pinhais cadastrados possam trabalhar nas duas cidades. “A ideia é que seja possível integrar o cadastro, no futuro, também com outros municípios da Região Metropolitana de Curitiba, conclui.

É motorista de aplicativo? Faça aqui o seu cadastro.

Veja Também

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.