DESKTOP

Entidades de turismo e lazer cobram manifestação de Ratinho Jr. sobre Covid-19

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp

Reinaldo Bessa

WhatsApp Image 2020 03 13 at 10.24.47 1024x1024 - Entidades de turismo e lazer cobram manifestação de Ratinho Jr. sobre Covid-19
Flyer criado pela Abrabar-PR para ser distribuído aos estabelecimentos filiados (Foto: divulgação)

A Associação Brasileira de Bares e Casas Noturnas (Abrabar) e a Federação Paranaense de Turismo (Feturismo) cobraram nesta quinta-feira (12) um posicionamento do governador Ratinho Jr. em relação à pandemia de Covid-19, a doença do novo coronavírus. A intenção, segundo nota distribuída no final da tarde pelas duas entidades, é acalmar a população, promotores de eventos e principalmente os turistas. Nesta quinta-feira (12), a Secretaria Estadual da Saúde confirmou a existência de seis casos no estado – cinco em Curitiba e um em Cianorte.

“É preciso uma manifestação oficial de Ratinho Junior, a exemplo dos governadores de Goiás e do Distrito Federal, Ronaldo Caiado e Ibaneis Rocha, respectivamente”, afirma Fábio Aguayo, presidente da Abrabar. Para Claudio José Antunes, presidente da Feturismo, um pronunciamento do governador pode impedir a histeria que se anuncia, com o cancelamento de eventos e viagens para destinos reconhecidos nacionalmente e internacionalmente, como Foz do Iguaçu, onde ficam as Cataratas do Iguaçu e a Itaipu Binacional.

Fabio Aguayo lembra que as duas entidades vêm cobrando, desde o início do mês passado, uma audiência com o governo do estado e respectivos órgãos para definir estratégicas conjuntas do poder público e iniciativa privada a fim de impedir a progressão do vírus no Paraná. De acordo com ele, boates, bares e restaurantes com grande concentração de clientes já estão sentindo os reflexos da chegada do coronavírus. “Nossa categoria tende a ser a mais afetada junto com o turismo, já que temos o segundo destino mais visitado por turistas estrangeiros do país”, disse o dirigente.

Mesmo assim, prossegue Aguayo, bares, restaurantes e casas noturnas decidiram manter o atendimento normal. A Abrabar criou um flyer sobre o assunto e o distribuiu aos estabelecimentos para que postem em suas redes sociais.

Veja Também

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

X