DESKTOP

Prefeito de Milão faz mea-culpa em videoconferência com a participação de Greca

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp

Da Redação

Greca 1 - Prefeito de Milão faz mea-culpa em videoconferência com a participação de Greca
Prefeito Rafael Greca participa de videoconferência sobre o Coronavírus com outros prefeitos de outros países ao redor do mundo. (Foto: Divulgação/ Daniel Castellano-SMCS)

Prefeitos das cidades que compõem a C40, rede mundial que busca soluções para problemas decorrentes das mudanças climáticas, promoveram nesta sexta-feira (27) uma videoconferência para trocar experiências sobre o combate à pandemia do novo coronavírus em suas respectivas cidades. Integrante do grupo, o prefeito Rafael Greca destacou medidas adotadas por Curitiba para conter o avanço da Covid-19 e para o tratamento das pessoas infectadas.

O encontro, moderado por David Miller, diretor de Diplomacia Internacional da C40, contou com uma explanação inicial do presidente do grupo, Eric Garcetti, atual prefeito de Los Angeles. Em seguida, foram expostas as ações adotadas por Seul, capital sul-coreana, pelo prefeito Won-soon Park, e por Milão, na Itália, país duramente castigado pelo vírus, pelo prefeito Giuseppe Sala. A Coreia do Sul se tornou referência no enfrentamento da Covid-19. A capital sul-coreana compreendeu de forma ágil a intensidade do problema e orientou a população a ficar em casa, incentivou as empresas a adotar o home office, estabeleceu uma rotina de contenção sanitária e realizou exames em massa para logo identificar, isolar e tratar os pacientes que contraíram o novo coronavírus.

Ao abrir o encontro, o prefeito de Los Angeles lembrou a importância do distanciamento físico para barrar a doença. Porém, citou que a proximidade social exercitada por meios eletrônicos é fundamental para encarar e superar os efeitos não clínicos da pandemia. Em situação oposta à de Seul, Milão conta milhares de mortos. O prefeito Giuseppe Sala admitiu na videoconferência que a ordem para que as pessoas ficassem em casa foi tardia o que fez com que o vírus se espalhasse. Hoje, a cidade luta para manter em funcionamento serviços básicos e, de acordo com Sala, apenas 75% da frota de metrô está em operação.

Inicialmente formado por 40 cidades de todo o mundo com interesses comuns de sustentabilidade, a C40 é composta atualmente por 96 municipalidades. Destas, 45 contaram com seus representes na videoconferência, que dará base para o documento que irá condensar as experiências relatadas e será distribuído aos membros do grupo. Representando a América Latina na reunião, o prefeito Rafael Greca destacou duas das iniciativas empregadas por Curitiba para enfrentar a crise provocada pelo novo coronavírus: o consultório virtual, que oferta a videoconsulta para atendimento médico de pacientes suspeitos da Covid-19, e a fabricação de máscaras de escudo facial por impressoras 3D do FabLab da prefeitura, que darão mais proteção aos profissionais da área de saúde no atendimento de possíveis infectados e aos agentes de resgate social. Greca foi acompanhado na reunião pelo chefe de Relações Internacionais da prefeitura, Rodolpho Zannin Feijó, e pelo assessor Guilherme Zuchetti.

Veja Também

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

X