DESKTOP

Eduardo Pimentel garante que não será vice de Leprevost, mesmo com mudança de partido

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp

Da Redação

WhatsApp Image 2020 04 02 at 15.51.16 1 - Eduardo Pimentel garante que não será vice de Leprevost, mesmo com mudança de partido
O vice-prefeito Eduardo Pimentel, que acaba de se filiar ao PSD. (Foto: Rodrigo Fonseca/CMC)

O vice-prefeito de Curitiba Eduardo Pimentel, filiou-se nesta quinta-feira (2) ao PSD, partido presidido no Paraná pelo governador Ratinho Jr. e na capital pelo deputado federal licenciado Ney Leprevost, que é pré-candidato a prefeito de Curitiba. Segundo comunicado divulgado por Leprevost no início da tarde, “com a mudança, Pimentel sepulta completamente seu desejo anterior de ser novamente candidato a vice do prefeito Rafael Greca”. Eduardo Pimentel era filiado ao PSDB.

“Agora, Pimentel terá que se contentar em ser vice de Ney ou candidato a deputado na eleição de 2022”, escreveu o próprio Ney Leprevost na mensagem divulgada via WhatsApp. O portal procurou Eduardo Pimentel para confirmar a informação. Sua assessoria enviou a seguinte nota: “O vice-prefeito de Curitiba, Eduardo Pimentel, oficializou nesta quinta-feira a filiação ao Partido Social Democrático (PSD), legenda do governador Ratinho Junior. ´Quero agradecer a confiança do governador, que é a maior liderança do nosso Estado e que faz uma gestão moderna e inovadora´, afirmou Pimentel”.

LEIA TAMBÉM:

Ainda de acordo com a nota, a entrada de Pimentel no partido aproxima, ainda mais, o governo estadual e a prefeitura de Curitiba. “Nossa proposta é reforçar o diálogo e as parcerias, principalmente, neste período que uma grave pandemia atinge nossa população. Mais do que nunca precisamos de muito trabalho, união, entendimento e integração entre os governantes”, afirmou o vice-prefeito de Curitiba, logo após assinar a ficha de filiação ao partido que faz oposição a Greca.

Também de acordo com a nota enviada pela assessoria de Pimentel, a filiação foi avalizada pelos principais integrantes do PSD no Paraná. O deputado estadual e secretário chefe da Casa Civil, Guto Silva, elogiou o trabalho dele como vice-prefeito. “O Eduardo é uma jovem liderança que tem contribuído para o desenvolvimento de Curitiba. Tenho certeza que nosso partido, liderado pelo governador, fica fortalecido com essa grande filiação”, afirmou Guto. A entrada de Pimentel no partido tem ainda o apoio o vice-governador Darci Piana e do deputado estadual e líder do governo na Assembleia Legislativa Hussein Bakri.

“Não serei vice do Ney”

No final da tarde, o vice-prefeito retornou a ligação do portal para comentar a mudança de partido. Ele negou que a transferência de sigla implique num rompimento da aliança política com o prefeito Rafael Greca, provável concorrente de Leprevost na eleição deste ano. Pimentel garantiu que sua mudança para o PSD não é para ser vice do atual secretário de Ratinho. “Não serei vice do Ney, não tem possibilidade”, disse, ao mesmo tempo em que admitiu que poderá repetir a dobradinha com Greca, com quem garante manter ótimo relacionamento.

Questionado se a manutenção da chapa com o atual prefeito não criaria constrangimento com Leprevost, Pimentel comentou: “Por quê? O Ney tem que se viabilizar”. O vice de Greca admitiu que sua ida para o PSD representa um risco para ele, caso Leprevost seja o candidato do partido e tenha êxito na disputa com Greca. Ele disse que sua mudança para o PSD visa, sobretudo, discutir o que é melhor para o estado e para Curitiba, independentemente de arranjos políticos.

Veja Também

2 comentários em “Eduardo Pimentel garante que não será vice de Leprevost, mesmo com mudança de partido”

  1. Pingback: Coritiba cederá alojamento de jogadores para profissionais de saúde - Reinaldo Bessa

  2. Pingback: Saúde, desemprego e recessão preocupam brasileiros diante da pandemia

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

X