DESKTOP

Call center vai ajudar paranaenses a lidar com os efeitos psicológicos do coronavírus

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp

Da Redação

WhatsApp Image 2020 04 02 at 12.05.57 - Call center vai ajudar paranaenses a lidar com os efeitos psicológicos do coronavírus
A empresária paranaense Lilian Miranda, embaixadora do Mãos Sem Fronteiras no Brasil. (Foto: Divulgação)

Começa a funcionar nesta quinta-feira (2) o call center para atendimento às pessoas com crises de ansiedade e estresse decorrentes da pandemia da Covid-19. O serviço, gratuito, é fruto de uma parceria entre a organização sem fins lucrativos Mãos Sem Fronteiras e o governo do estado e usa voluntários para ensinar técnicas de meditação. A equipe do MSF está disponibilizando seus próprios contatos telefônicos para os interessados de todo o Paraná em enfrentar este período com tranquilidade. Os voluntários vão ensinar a meditação com o uso do aplicativo desenvolvido pela organização, criadora da campanha mundial 5 Minutos, Eu Medito para controlar quadros de ansiedade, pânico e depressão ocasionados pela pandemia de coronavírus.

Os voluntários da organização estão disponibilizando os próprios telefones particulares para ajudar pessoas que estão sofrendo com medo e estresse decorrentes do confinamento e avanço da Covid-19 no país. O objetivo é ensinar um exercício simples de meditação que pode amenizar o desconforto psicológico e melhorar o equilíbrio emocional durante a pandemia. Capacitados para o atendimento por telefone, eles vão reforçar a frente de atuação do Centro de Referência de Atendimento à Mulher (CRAM), da Secretaria de Estado da Justiça, Família e Trabalho.

LEIA TAMBÉM:

“É o momento de usar essa ferramenta eficiente, que é a meditação, para controlar os estados emocionais alterados e prevenir doenças devastadoras, como a depressão. Ela coloca a mente no ritmo de atividade saudável, melhorando a qualidade dos pensamentos e o sono. É um exercício de primeira necessidade em uma situação de pandemia”, explica a embaixadora do Mãos Sem Fronteiras no Brasil, Lilian Miranda, empresária e voluntária do movimento há mais de 15 anos.

Os atendimentos vão acontecer diariamente, entre 10h e 16h, apenas pelo telefone. Os voluntários estão concluindo a capacitação para orientar a população sobre o uso da meditação o dia a dia, tanto para quem está em isolamento social quanto para pessoas que permanecem ativas na atuação em áreas consideradas essenciais. Segundo Lilian, fazer o exercício de uma a duas vezes por dia é o suficiente.

Serviço

Call Center Mãos Sem Fronteiras | 5 Minutos, Eu Medito

Diariamente, das 10h às 16h

Números para contato:
(41) 99187-6157 | 98882-3255 | 98402-9706 | 99685-3533 | 99176-5324 | 99614-8380 | 99925-7465 | 99630-5402 | 99515-1230 | 99282-9967 | 99975-6443 | 99906-2935

Veja Também

2 comentários em “Call center vai ajudar paranaenses a lidar com os efeitos psicológicos do coronavírus”

  1. Pingback: McDonald's doa quase 1000 refeições para profissionais de saúde em Curitiba

  2. Pingback: Eduardo Pimentel migra o PSD, partido de Ney Leprevost e Ratinho Jr.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

X