DESKTOP

Call center vai ajudar paranaenses a lidar com os efeitos psicológicos do coronavírus

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp

Da Redação

Mãos-sem-fronteiras
A empresária paranaense Lilian Miranda, embaixadora do Mãos Sem Fronteiras no Brasil. (Foto: Divulgação)

Começa a funcionar nesta quinta-feira (2) o call center para atendimento às pessoas com crises de ansiedade e estresse decorrentes da pandemia da Covid-19. O serviço, gratuito, é fruto de uma parceria entre a organização sem fins lucrativos Mãos Sem Fronteiras e o governo do estado e usa voluntários para ensinar técnicas de meditação. A equipe do MSF está disponibilizando seus próprios contatos telefônicos para os interessados de todo o Paraná em enfrentar este período com tranquilidade. Os voluntários vão ensinar a meditação com o uso do aplicativo desenvolvido pela organização, criadora da campanha mundial 5 Minutos, Eu Medito para controlar quadros de ansiedade, pânico e depressão ocasionados pela pandemia de coronavírus.

Os voluntários da organização estão disponibilizando os próprios telefones particulares para ajudar pessoas que estão sofrendo com medo e estresse decorrentes do confinamento e avanço da Covid-19 no país. O objetivo é ensinar um exercício simples de meditação que pode amenizar o desconforto psicológico e melhorar o equilíbrio emocional durante a pandemia. Capacitados para o atendimento por telefone, eles vão reforçar a frente de atuação do Centro de Referência de Atendimento à Mulher (CRAM), da Secretaria de Estado da Justiça, Família e Trabalho.

LEIA TAMBÉM:

“É o momento de usar essa ferramenta eficiente, que é a meditação, para controlar os estados emocionais alterados e prevenir doenças devastadoras, como a depressão. Ela coloca a mente no ritmo de atividade saudável, melhorando a qualidade dos pensamentos e o sono. É um exercício de primeira necessidade em uma situação de pandemia”, explica a embaixadora do Mãos Sem Fronteiras no Brasil, Lilian Miranda, empresária e voluntária do movimento há mais de 15 anos.

Os atendimentos vão acontecer diariamente, entre 10h e 16h, apenas pelo telefone. Os voluntários estão concluindo a capacitação para orientar a população sobre o uso da meditação o dia a dia, tanto para quem está em isolamento social quanto para pessoas que permanecem ativas na atuação em áreas consideradas essenciais. Segundo Lilian, fazer o exercício de uma a duas vezes por dia é o suficiente.

Serviço

Call Center Mãos Sem Fronteiras | 5 Minutos, Eu Medito

Diariamente, das 10h às 16h

Números para contato:
(41) 99187-6157 | 98882-3255 | 98402-9706 | 99685-3533 | 99176-5324 | 99614-8380 | 99925-7465 | 99630-5402 | 99515-1230 | 99282-9967 | 99975-6443 | 99906-2935

Veja Também

2 comentários em “Call center vai ajudar paranaenses a lidar com os efeitos psicológicos do coronavírus”

  1. Pingback: McDonald's doa quase 1000 refeições para profissionais de saúde em Curitiba

  2. Pingback: Eduardo Pimentel migra o PSD, partido de Ney Leprevost e Ratinho Jr.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

X