DESKTOP

Empresa diz que causa da morte de executivo ainda não foi confirmada

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp

Da Redação

incepa - Empresa diz que causa da morte de executivo ainda não foi confirmada
O executivo Bruno Borer, managing director da Roca Brasil Cerámica, de Campo Largo. (Foto: Reprodução Folha de Campo Largo)

O Paraná registrou nesta quarta-feira (8) mais uma morte por Covid-19, a primeira da cidade de Campo Largo, na região metropolitana de Curitiba. Trata-se do executivo Bruno Borer, de 53 anos, que era Managing Director da Roca Brasil Cerâmica, detentora das marcas Roca e Incepa. A informação foi divulgada no meio da tarde pelo jornal Folha de Campo Largo.

Segundo o jornal, ele assumiu o cargo em janeiro deste ano e trabalhava no grupo havia 24 anos. Ainda de acordo com a Folha de Campo Largo, Borer provavelmente tenha se contaminado em uma feira em São Paulo. Ele estava internado no hospital Marcelino Champagnat, em Curitiba. Filho de pai suíço, Bruno era natural de Campo Largo.

Empresa diz que causa da morte não está confirmada

Por volta das 17h45, a assessoria de imprensa da Roca Brasil, em São Paulo, enviou a seguinte nota ao portal: “Nota de falecimento – Roca Brasil Cerámica – A Roca Brasil Cerámica informa, com grande pesar, o falecimento de Bruno Borer, Managing Director da empresa, ocorrido no dia de hoje (08/04). Aos 53 anos, Bruno deixa esposa, filhos e um legado de 30 anos de atuação na Roca Brasil Cerámica. Toda diretoria e os colaboradores da Roca Cerámica manifestam suas mais sinceras condolências aos familiares e amigos. Mais informações sobre velório e sepultamento serão divulgadas tão breve as decisões sejam tomadas”.

De acordo com a assessoria, “até o momento o laudo com a causa da morte não foi informado. Sendo assim, solicitamos a alteração da nota divulgada em seu site”.

Uma fonte médica com ligações no Hospital Marcelino Champagnat disse ao portal, agora há pouco, que Bruno Borer deu entrada com suspeita de Covid-19 e que era obeso e fumante. O portal também entrou em contato com a assessoria de imprensa do hospital e aguarda um retorno. A morte do executivo não foi incluída, até o momento, na estatística de mortes por coronavírus no estado.

LEIA TAMBÉM:

Veja Também

2 comentários em “Empresa diz que causa da morte de executivo ainda não foi confirmada”

  1. Pingback: Empresa diz que morte de empresário de Campo Largo não foi por Covid-19

  2. Pingback: Agora é oficial: Covid-19 foi a causa da morte de executivo de Campo Largo - Reinaldo Bessa

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

X