DESKTOP

Agora é oficial: Covid-19 foi a causa da morte de executivo de Campo Largo

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp

Reinaldo Bessa

Causa da morte do executivo Bruno Borer foi mesmo Covid-19, como o portal já havia informado. (Foto: Divulgação)

A morte do executivo Bruno Borer, diretor da Roca Brasil Cerámica, na última quarta-feira (8), no Hospital Marcelino Champagnat, foi mesmo por Covid-19, como informou o portal no mesmo dia. Ele contraiu o vírus ao participar da feira Expo Revestir, em São Paulo, na primeira quinzena de março. A causa da morte foi confirmada pela Secretaria da Saúde do estado neste domingo (12). O resultado positivo para a doença foi confirmado no sábado (11). Na quarta-feira, quando o portal divulgou a informação, a assessoria da Roca Brasil apressou-se em enviar nota descartando que a causa da morte fosse o coronavírus. No dia seguinte, a empresa enviou novo comunicado afirmando que Borer morrera de Síndrome Respiratória Aguda em decorrência de uma pneumonia viral e que os dois testes para a detecção da Covid-19 deram negativo.

Nesta segunda-feira (13), no entanto, a empresa finalmente admitiu, em nova nota, que o executivo morreu vítima de coronavírus. Leia a íntegra da nota: “A Roca Brasil Cerámica tem por premissa a máxima transparência em suas informações. Por isso, vem por meio deste comunicado, atualizar o laudo da morte de seu Managing Director, Bruno Borer, ocorrida no dia 08 de abril. Após a realização de dois laudos que informaram como negativo para o Covid-19 – conforme a última comunicação realizada pela empresa em 09 de abril –, a contraprova revelada no dia de ontem (12 de abril) constou como positivo para o vírus.

Sensibilizada com a perda de Bruno Borer, a empresa informa que em breve compartilhará mais informações sobre a Missa de 7º dia em sua homenagem.

Logo após o retorno da feira Expo Revestir, realizada no início de março, em São Paulo, o Sr. Bruno Borer, em quarentena, sentiu mudanças em seu quadro de saúde e foi hospitalizado. A Roca Brasil Cerámica prestou assistência integral a ele e sua família.

Ainda de acordo com as medidas tomadas pela empresa desde o início da pandemia, os colaboradores das áreas Administrativa, Jurídica, TI, Compras, Marketing, Financeira, Logística, Comercial e RH seguem trabalhando em sistema de home office.

Para a operação industrial, a Roca Brasil Cerámica ampliou e intensificou os protocolos em todos os ambientes das fábricas, envolvendo desde a portaria, área de produção e até expedição. Na fábrica, todas as pessoas de grupo de risco estão em banco de horas, home office ou férias”.

LEIA TAMBÉM:

Veja Também

1 comentário em “Agora é oficial: Covid-19 foi a causa da morte de executivo de Campo Largo”

  1. Pingback: Prefeitura anuncia nova etapa da vacinação contra a gripe para idosos

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

X