DESKTOP

Ratinho Jr. corta 30% do salário do primeiro escalão do estado durante a pandemia

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp

Da Redação

ratinho junior 1024x752 - Ratinho Jr. corta 30% do salário do primeiro escalão do estado durante a pandemia
O governador Ratinho Jr. determinou também, a redução de 30% no próprio salário. (Foto: Divulgação/AEN)

O governador Ratinho Jr. determinou nesta quinta-feira uma redução de 30% no próprio salário, que é de 33,7 mil. A medida vale também para o vice Darci Piana, secretários de estado, o controlador-geral do estado, superintendentes e diretores da Agência Reguladora do Paraná (Agepar). No total, o corte vai atingir 32 servidores e gerar uma economia de aproximadamente R$ 226 mil por mês, que serão destinados integralmente ao Fundo de Combate à Pobreza do Estado para financiar ações contra a Covid-19 e ajudar nos efeitos econômicos e sociais da crise. A medida vale enquanto durar a pandemia.

De acordo com a Casa Civil do Palácio Iguaçu, para evitar um efeito cascata em diversos salários, incluindo também representantes dos demais poderes, o corte será feito por meio de desconto em folha, sem a necessidade de uma regulamentação específica. Com a medida, Ratinho passa a receber cerca de R$ 23,6 mil por mês, com o desconto de R$ 10,1 mil. O salário do vice-governador será de R$ 22,4 mil; o dos secretários, controlador-geral e diretores R$ 16,5 mil; e de superintendentes R$ 15,1 mil.

LEIA TAMBÉM:

Por lei, o salário do vice-governador e dos secretários de estado é fixado em 95% e 70%, respectivamente, do valor recebido pelo governador. Também por determinação de Ratinho Jr., o salário do primeiro escalão do governo está congelado desde o ano passado. A lei que estabeleceu a medida foi sancionada em julho e vale até dezembro de 2022. A decisão impediu a aplicação automática de um reajuste de 16,38% concedido pelo Senado Federal aos ministros do Supremo Tribunal Federal (STF) no final de 2018 e que teria reflexos no Governo do Estado, uma vez que a lei paranaense que rege o subsídio do governador está atrelada ao salário dos magistrados da corte, que chegou a R$ 39.293,32.

Veja Também

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

X