DESKTOP

Prefeitura ajuda curitibanos retidos no exterior a voltar para casa

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp

Da Redação

iStock 1208828267 - Prefeitura ajuda curitibanos retidos no exterior a voltar para casa
Desde o início da pandemia, a prefeitura prestou suporte a curitibanos isolados em países como África do Sul, El Salvador e Cuba. (Foto: Divulgação)

A prefeitura de Curitiba está auxiliando curitibanos que estão no exterior a voltar para casa. Uma colaboração entre o Ministério das Relações Exteriores e a prefeitura está repatriando moradores da cidade que ficaram retidos fora do Brasil. Em parceria com o Escritório de Representação do Itamaraty no Paraná (Erepar), a Assessoria de Relações Internacionais da Prefeitura está orientando o grupo na condução dos processos de repatriação junto ao governo federal. Os trâmites mais comuns são autorizações sanitárias locais para viajar e remarcação de passagens aéreas já compradas que foram canceladas.

Desde o início da pandemia, a prefeitura prestou suporte a curitibanos isolados em países como África do Sul, El Salvador e Cuba. Uma das pessoas assistidas é Fernanda Fausto de Almeida, que estava em Portugal há 41 dias e chegou nesta segunda-feira (20) em Curitiba. Ela estava sob a jurisdição do Consulado-Geral do Brasil na cidade de Faro e retornou para o Brasil em um voo fretado pelo Itamaraty.

LEIA TAMBÉM:

“Já manifestamos diversos pedidos de repatriação de curitibanos junto ao Itamaraty, que tem sido extremamente solícito diante da complexidade da situação”, diz Rodolpho Zannin Feijó, chefe de Relações Internacionais da prefeitura. O Itamaraty criou um gabinete de crise para tratar casos específicos de brasileiros que buscam retorno ao país. Segundo Bráulio Pupim, diplomata do Escritório de Representação do Itamaraty no Paraná, o trabalho do Ministério das Relações Exteriores foi intensificado desde janeiro quando a pandemia começou a fechar fronteiras.

Os curitibanos isolados no exterior que precisarem de auxílio para retornar a Curitiba devem entrar em contato com o e-mail: [email protected] ou pelo site do Itamaraty. Por precaução, todos aqueles que retornarem do exterior devem permanecer em isolamento domiciliar por sete dias, mesmo não apresentando os sintomas da Covid-19. Os que apresentarem febre associada a um dos sintomas respiratórios (tosse, coriza, dor de garganta ou dificuldade para respirar) devem cumprir 14 dias de isolamento domiciliar. Quem estiver com dúvidas de suspeita da Covid-19 pode ligar para (41) 3350-9000 para obter mais informações sobre a doença e a melhor forma de buscar atendimento.

Veja Também

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

X