DESKTOP

A colunista Daniela Barranco fala sobre Valência, que une arquitetura modernista e atrações futuristas

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp

Daniela Barranco

FOTO 2 1 1024x768 - A colunista Daniela Barranco fala sobre Valência, que une arquitetura modernista e atrações futuristas
A arquiteta Daniela Barranco na Cidade das Artes e das Ciências, em Valência, Espanha. (Foto: Acervo Pessoal)

A cidade de Valência, na Espanha, é um destino imperdível. A arquitetura marcante da região presente nas ruas é um exemplo emocionante do estilo modernista espanhol, que combina elementos de Art Nouveau e Art Deco. No centro da cidade, são encontradas estruturas românicas com gárgulas a fachadas modernistas, enquanto o rio Turia abriga o famoso complexo futurista da Cidade das Artes e das Ciências. É difícil escolher os favoritos em um lugar como este, mas aqui estão apenas alguns dos edifícios impressionantes de um destino único.

Mercado Central

Um dos edifícios mais importantes da cidade, o Mercado da Seda, do século XV, é um Patrimônio Mundial e considerado um dos exemplos mais maravilhosos da arquitetura gótica não religiosa da Europa. O interior pretende representar o paraíso, com suas colunas altas simbolizando as palmeiras que se estendem em direção ao céu – ou teto – originalmente pintado de azul. Com características marcantes, mas igualmente fascinantes, as gárgulas de pedra empoleiradas no exterior resultam em uma experiência surpreendente e imperdível.

LEIA TAMBÉM:

Mercado Colon

Esta estrutura linda e elaborada tem um interior de estilo Gaudí, repleto de mosaicos decorativos que retratam a vida rural valenciana. Dois grandes vitrais enchem toda a estrutura com uma luz mágica. Originalmente construído em 1928, foi reformado em 2003 e é um local encantador para apreciar a gastronomia, comprar flores ou se deleitar com as cores da luz única do mercado.

Monumento Nacional

O Monumento Nacional no centro da cidade era originalmente um mercado para produtos de jardinagem, peixe e carne. As bancas do mercado não existem há muito tempo, mas o espaço agora conta com vários cafés, uma barraca de flores e, às vezes, um palco para música ao vivo e outros eventos. Foi projetado pelo arquiteto valenciano Francisco Mora Berenguer e concluído em 1916.

Cidade das Artes e das Ciências

FOTO 4 1 1024x768 - A colunista Daniela Barranco fala sobre Valência, que une arquitetura modernista e atrações futuristas
Jardim da Cidade das Artes e das Ciências, Valência, Espanha. (Foto: Acervo Pessoal).

Centenas de ângulos e vistas em um só lugar, a Cidade das Artes e das Ciências é um bairro de Valência em que qualquer entusiasta da arquitetura contemporânea irá se deleitar. Esta obra-prima moderna abriga um museu de ciências, um planetário e um parque oceanográfico além do Palácio das Artes. A diversão futurista aqui inclui teatros IMAX, passeios submarinos, hologramas e experiências práticas. Projetada por Santiago Calatrava, é um centro de recreação urbana em larga escala para a cultura e a ciência. Situada no antigo leito seco do rio Turia, a meio caminho entre a cidade velha de Valência e o distrito costeiro de Nazaret, ocupa uma área de 350 mil metros quadrados.

FOTO 3 1 1024x683 - A colunista Daniela Barranco fala sobre Valência, que une arquitetura modernista e atrações futuristas
Estação de Correios de Valência, arquiteta Daniela Barranco. (Foto: Acervo Pessoal)

Muitas vezes definida como uma “Cidade dentro de outra cidade,” a criação do arquiteto valenciano causou espanto e surpresa. O projeto respeita as tradições do Mar Mediterrâneo, a mistura de azul e branco com a arquitetura pseudo-futurista do autor. Grandes massas de água unem todas as partes, dando uma sensação de linearidade. Numa caminhada pelo leito do rio Turia é possível conhecer a arquitetura das várias pontes que atravessam o rio. Lá, são encontradas pontes da Idade Média até os dias atuais, embora agora estejam no maior parque urbano da Europa.

Carmen é um dos bairros mais famosos de Valência. O bairro está na parte velha da cidade e, portanto, concentra uma grande quantidade de prédios históricos, museus e centros culturais. Considerado o mais artístico dos bairros, concentra ainda uma ótima variedade de restaurantes e de bares típicos, ideais para quem quer fazer um happy-hour em uma região antiga da cidade. Por lá, você também encontra algumas baladas, se estiver afim de sair à noite.

Valência é uma cidade com quase um milhão de habitantes, uma cidade de grandes histórias, arquitetura e gastronomia. Todos estes ingredientes são fundamentais na tentativa de explicar o clima da cidade. Um destino que comprova que conceitos centenários convivem com a modernidade em perfeita harmonia. Uma cidade imersa nas grandes tradições e, ao mesmo tempo, associada às vanguardas mais transgressoras.

FOTO 5 2 1024x683 - A colunista Daniela Barranco fala sobre Valência, que une arquitetura modernista e atrações futuristas
Arquitetura românica de Valência, Espanha. (Foto: Acervo Pessoal)

Veja Também

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

X