DESKTOP

Pela primeira vez em sua história, Balé Teatro Guaíra comemora aniversário com apresentação virtual

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp

Da Redação

Captura de Tela 20200514 as 14.53.53 copia - Pela primeira vez em sua história, Balé Teatro Guaíra comemora aniversário com apresentação virtual
O vídeo que é um trecho da coreografia Carmen já está disponível no YouTube. (Foto: reprodução do vídeo)

O Balé Teatro Guaíra, terceira companhia mais antiga do país, está comemorando seus 51 anos nesta semana com uma apresentação virtual de um trecho da coreografia Carmen, já disponível no Youtube (www.youtube.com/watch?v=vrC1ei0w8RI&t=3s). É a primeira vez na história do BTG que a data (12 de maio) não é celebrada nos palcos e a presença do público. Apesar disso, os bailarinos seguem trabalhando para proporcionar atrações culturais durante o isolamento social. A companhia foi criada em 1969 e em cinco décadas de história foram apresentadas mais de 150 coreografias, com a passagem de grandes nomes da dança nacional contemporânea por Curitiba, como Ana Botafogo, que estreou no Guairão como solista, e o português Carlos Trincheiras, coreógrafo de O Grande Circo Místico, montagem considerada por muitos críticos o melhor exemplar do balé brasileiro.

A companhia já se apresentou em 200 cidades, 17 estados e cinco países, para mais de 1 milhão de pessoas. Atualmente, tem 23 bailarinos. Para a diretora do Centro Cultural Teatro Guaíra, Monica Rischbieter, é importante celebrar a data em razão do valor da cultura em momentos de dificuldade, como o atual. “São 51 anos de história, de uma companhia pública, mantida pelo governo do estado. Dentro do contexto brasileiro, é um feito que nos dá muito orgulho e mostra o comprometimento dos paranaenses com a arte produzida no estado. E, mesmo em meio à pandemia, nossos laços com o público seguem fortalecidos”, diz.

LEIA TAMBÉM:

O projeto #Guaíraflix foi criado para veicular apresentações dos corpos artísticos do Teatro Guaíra durante a suspensão das atividades presenciais. Um deles é o #Criaçãoquarentena, desenvolvido pelos bailarinos e a direção da companhia voltado à criação coreográfica individual. Cada artista criou seu produto dançando fragmentos coreográficos de própria autoria a partir do movimento final proposto pelo colega anterior, resultando ao final em uma única montagem de dança contemporânea. O material foi produzido para divulgação no dia 29 de abril, Dia Mundial da Dança. Atualmente, o grupo também está recriando um trecho do balé Carmen e um vídeo de stopmotion.

Plataforma para novos criadores

É um espaço que os bailarinos da companhia têm à disposição para aprimorar suas habilidades como coreógrafos. A novidade agora é que ela será desenvolvida de forma virtual e será construída em tempo real com o público. Na primeira etapa do processo, foram realizados encontros virtuais entre os bailarinos e a direção para a discussão sobre formatos e estéticas. Os bailarinos foram divididos em grupos, escolheram temas e a partir disso iniciaram suas pesquisas. Este projeto deu origem a outras duas iniciativas que serão desenvolvidas nas próximas semanas: o Diálogos BTG Quarentena – com oficinas virtuais de coreógrafos e artistas renomados disponibilizadas ao público –, e uma exposição virtual com o material produzido pelos bailarinos. Os vídeos podem ser conferidos no canal do teatro no YouTube.

Watch this video on YouTube.

Veja Também

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

X