DESKTOP

Cai confiança no Ministério da Saúde, em Bolsonaro e nas Forças Armadas, diz pesquisa

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp

Da Redação

WhatsApp Image 2020 05 20 at 19.52.40 - Cai confiança no Ministério da Saúde, em Bolsonaro e nas Forças Armadas, diz pesquisa
O presidente da República Jair Bolsonaro e as Forças Armadas despencam em credibilidade.
(Foto: Divulgação/Alexandre Manfrim)

A Presidência da República é uma das instituições que menos geram confiança atualmente no Brasil, segundo a pesquisa Opiniões Covid-19. A primeira fase, que entrevistou pessoas no início da quarentena, entre 1º e 3 de abril, já havia detectado que para apenas 32% dos entrevistados o presidente Jair Bolsonaro era a figura mais confiável e agora, depois de nova rodada de entrevistas, entre 29 de abril e 1º de maio, o estudo identificou que esse percentual caiu para 15%. Caiu também a confiança nas Forças Armadas (Exército, Marinha e Aeronáutica), fortemente ligadas ao presidente, de 31% para 16%.

Já a saída de Luiz Henrique Mandetta do Ministério da Saúde – substituído por Nelson Teich – fez a pasta sofrer uma queda de confiança de 51% para 45%. Entre os mais confiáveis seguem profissionais de saúde (subiu de 66% para 72%) e família, amigos próximos e comunidade (48% para 54%). O estudo, realizado pela Perception, Engaje! Comunicação e Brazil Panels, de São Paulo, fez entrevistas online em todas as regiões do Brasil, com homens e mulheres acima de 18 anos, das classes A, B, C e D, com margem de erro de até 4%.

LEIA TAMBÉM:

Veja Também

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

X