DESKTOP

Associação Comercial pede apuração rigorosa contra baderneiros do Centro Cívico

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp

Da Redação

WhatsApp Image 2020 06 02 at 11.32.13 3 1024x768 - Associação Comercial pede apuração rigorosa contra baderneiros do Centro Cívico
Para a entidade, não se pode permitir que “baderneiros” e “delinquentes” perturbem mais a sociedade. (Foto: Portal Reinaldo Bessa)

A Associação Comercial do Paraná divulgou agora â tarde uma nota condenando as depredações ocorridas na noite desta terça-feira (01) em Curitiba. Para a entidade, não se pode permitir que “baderneiros” e “delinquentes” perturbem mais a sociedade.

Leia a íntegra da nota: “A Associação Comercial do Paraná manifesta sua preocupação com os fatos verificados na noite da segunda-feira 01/06 em Curitiba, quando um grupo de desordeiros provocou ‘quebra-quebra’ que redundou em confrontos com a polícia militar. A entidade alerta que o momento exige atenção por parte das autoridades.. ‘Já estamos passando por um período extremamente difícil provocado pela pandemia do novo coronavírus, com graves impactos na atividade econômica que estão atingindo a todos’, observa o presidente a ACP, Camilo Turmina. ‘Não podemos permitir de forma alguma que baderneiros perturbem ainda mais a sociedade. Precisamos de paz e serenidade para enfrentar esta crise tão grave’. Para Turmina, manifestações pacíficas fazem parte da democracia, mas a violência é inaceitável e só interessa àqueles que buscam o confronto e a radicalização em vez do diálogo. ‘Quem provoca depredações e queima bandeiras não pode ser chamado de ‘manifestante’. São delinquentes. Apoiamos as autoridades para que identifiquem esses grupos e reforcem o policiamento em eventuais manifestações a fim de proteger o patrimônio público e privado e a própria população’, destaca”.

LEIA TAMBÉM:

Veja Também

1 comentário em “Associação Comercial pede apuração rigorosa contra baderneiros do Centro Cívico”

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

X