DESKTOP

Casos de Covid-19 sobem 40% em uma semana no PR e chegam a mais de 70% dos municípios

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp

Da Redação

iStock 1205982371 - Casos de Covid-19 sobem 40% em uma semana no PR e chegam a mais de 70% dos municípios
Houve aumento de 83% no número de óbitos no Paraná. Regiões com crescimentos mais expressivos foram Noroeste, Leste e Oeste. (Foto: Divulgação)

A circulação do novo coronavírus aumentou 40% no Paraná na última semana, alcançando mais de 70% dos 399 municípios paranaenses. A informação consta do boletim epidemiológico publicado nesta segunda-feira (8) pela Secretaria de Estado da Saúde. A diferença é entre os 1.477 casos da Semana Epidemiológica 22 (período de 24 a 30 de maio) e os 2.068 da semana 23 (de 31 de maio a 6 de junho). No mesmo quadro houve aumento de 83% no número de óbitos, de 29 para 53. A doença já atingiu 283 cidades no Paraná (70,9%). Os dados do boletim epidemiológico indicam que a curva de infecções pelo novo coronavírus continua crescendo e a tendência ainda é de evolução porque mais pessoas serão testadas nas próximas semanas. A testagem está dentro da estratégia adotada pelo governo do estado de ampliar o mapeamento. Cerca de 43 mil testes já foram realizados na rede pública.

As macrorregiões que registraram maior quantidade de casos novos foram a Noroeste (54%), Leste (45%) e Oeste (42%). A primeira pulou de 195 para 300 novos casos em sete dias, a segunda de 543 para 788 e a terceira de 420 para 596. A incidência aumentou 20% na região Norte, de 319 diagnosticados com a doença para 384. Entre as semanas 21 (de 17 a 23 de maio) e 22 houve crescimento de 68% no número de casos, e a maior incidência foi na Região Oeste (163%). A pesquisa da Semana Epidemiológica leva em consideração a data do diagnóstico do caso ou do óbito e é alterada com frequência nos boletins conforme a identificação de novos registros. A média de novos casos por dia, a partir desse registro, foi de 295 na semana 23 e de 211 na semana 22. A de óbitos foi de 7,5 na semana passada, contra 4,1 na anterior.

LEIA TAMBÉM:

Uma análise sobre a evolução diária dos casos e óbitos no mesmo período mostra aumento superior de casos diagnosticados (54,5%), de 1.381 (semana 22) para 2.133 (semana 23) e crescimento de 67,7% em relação às mortes, de 31 para 52. Esse índice é a base dos informes epidemiológicos no Paraná e leva em consideração a quantidade de confirmações em 24 horas. Por este indicador, a média de novos casos por dia ficou em 304 na semana passada, contra 197 nos sete dias anteriores. Foram 7,4 mortes por dia na semana 23, contra 4,4 na semana 22.

Cidades com maior incidência

Algumas regionais de Saúde já registram casos em todos os municípios de sua área de cobertura, como Paranaguá (1ª Regional) e Cianorte (13ª), e outras concentram casos em 80% ou mais das suas cidades, como Curitiba e Região Metropolitana (2ª Regional), com 86%; Pato Branco (7ª), com 80%; Foz do Iguaçu (9ª), com 88%; Cascavel (10ª), com 92%; Paranavaí (14ª), com 82%; Londrina (17ª), com 85%; Cornélio Procópio (18ª), com 80%; Jacarezinho (19ª), com 81%; e Telêmaco Borba (21ª), com 85%. Curitiba e RMC concentram 2.346 casos confirmados, com 873 recuperados e 92 óbitos, maior registro absoluto.

A segunda região em incidência é a de Cascavel (10ª), com 980 casos, 242 recuperados e 13 óbitos, e a terceira é a de Londrina (17ª), com 770 casos, 133 recuperados e 44 óbitos. A Regional de Saúde de Cascavel é a que concentra o maior coeficiente de incidência por 1 milhão de habitantes do Paraná: 177. É seguida por Cianorte (169) e Cornélio Procópio (139). O coeficiente de mortalidade pela mesma proporção populacional é maior em Paranavaí (5,4) e Londrina (4,5). Em ambos os casos a incidência é menor do que a média nacional e maior do que a estadual.

Veja Também

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

X