DESKTOP

Empresa curitibana vê faturamento crescer mais da metade com a pandemia

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp

Da Redação

Stella 3 Lite foto 7 1 1024x768 - Empresa curitibana vê faturamento crescer mais da metade com a pandemia
O casal Vanessa e Thiago Peixoto, diretores da Boa Impressão 3D, com a Stella 3 Lite. Nova versão teve que ser antecipada em alguns meses para atender a demanda do setor médico. (Foto: Divulgação)

Uma empresa de Curitiba está se dando bem com a pandemia, ao contrário de muitos negócios que estão sofrendo os efeitos da expansão da Covid-19. Fabricante de impressoras tridimensionais, que produzem todo tipo de objetos, inclusive para a área de saúde, a Boa Impressão 3D tem aumentado suas vendas com produtos específicos para as equipes que atuam na linha de frente de combate à doença. São óculos, suportes, protetores faciais, válvulas para bombas de oxigênio e acessórios que evitam contatos com maçanetas. Em março, a empresa viu seu faturamento crescer 56% sobre o mesmo período de 2019 e teve zerado o estoque de seu modelo mais comercializado, a Stella 2, que permite a fabricação desses equipamentos.

Acessório para abrir portas sem tocar as mãos - Empresa curitibana vê faturamento crescer mais da metade com a pandemia
Acessórios para abrir porta evitando o contato com a maçaneta. (Foto: Divulgação)

Para atender a demanda, a empresa teve que antecipar a chegada da nova versão da Stella 3 Lite em alguns meses. O equipamento é mais versátil, de fácil manuseio e qualquer pessoa pode utilizá-lo para os mais variados fins, da saúde à casa. Com preço de R$ 2,6 mil, ele permite também a confecção das mais variadas próteses, como braços, mãos, orelhas e órgãos internos. Mas seu uso vai além da área médica. Há quem fabrique na própria casa peças para videogames, instrumentos musicais, itens de cozinha, apoio para notebooks, bijuterias, vasos, e potes de comida para pets.

Válvulas para bombas de oxigênio em 3D 1 - Empresa curitibana vê faturamento crescer mais da metade com a pandemia
Válvulas para bombas de oxigênio em 3D. (Foto: Divulgação)

LEIA TAMBÉM:

Veja Também

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

X