DESKTOP

Transporte coletivo continua preocupando com alto número de passageiros em Curitiba

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp

Da Redação

00300842 1 - Transporte coletivo continua preocupando com alto número de passageiros em Curitiba
Mesmo com bandeira laranja, fluxo de passageiros se me manteve nessa semana. (Foto: Ricardo Marajó/SMCS)

A bandeira laranja, que entrou em vigor na última segunda-feira (15) e que restringiu o funcionamento de alguns setores em Curitiba, ainda não teve impacto significativo no fluxo de passageiros no transporte coletivo. Dados da Urbs mostram que a média de passageiros se manteve próxima da registrada antes da entrada em vigor do decreto 774/2020, que estabeleceu uma série de regras para frear a propagação do novo coronavírus na cidade, como o horário para funcionamento do comércio, fechamento de academias, igrejas, bares e clubes sociais e esportivos.

De segunda-feira até quinta-feira (18), a média de usuários por dia foi de 272.834, apenas 3,2% menor do que na semana passada, que foi de 282.131. “Isso reforça o alerta para que as pessoas procurem horários alternativos para utilizar o transporte público, de modo a evitar aglomeração e o contágio pelo coronavírus”, apela o presidente da Urbs, Ogeny Pedro Maia Neto. A empresa divulgou nesta sexta-feira (19) um mapeamento do perfil do usuário de vale transporte nos ônibus da capital por setor de atividade. O estudo pode servir de base para medidas de regulamentação do horário de funcionamento de setores na capital.

Idosos preocupam

Grupo de risco, os idosos continuam a ser uma preocupação das autoridades municipais. Embora a Urbs tenha registrado uma redução de 15% no movimento da população acima de 60 anos no sistema, o volume de pessoas dessa faixa etária ainda é considerado alto. Na semana passada, a média por dia foi de 20,7 mil pessoas. Entre segunda e quinta-feira desta semana, essa média estava em 17,4 mil. Para evitar aglomeração, a Urbs já tomou uma série de medidas no transporte coletivo. Todos os terminais têm marcações para que os passageiros mantenham uma distância de no mínimo 1,5 metro e há distribuição de folders com orientações sobre a obrigatoriedade do uso de máscaras, necessidade de manter o distanciamento e as janelas abertas nos veículos.

LEIA TAMBÉM:

[instagram0-feed]

Veja Também

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

X