DESKTOP

Maior brechó online brasileiro, startup curitibana adere aos princípios de empoderamento feminino da ONU

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp

Da Redação

LuanaToniolo Troc corte - Maior brechó online brasileiro, startup curitibana adere aos princípios de empoderamento feminino da ONU
Fundadora e CEO da TROC Luanna Toniolo. (Foto: Divulgação)

A startup curitibana TROC passa a fazer parte do grupo de empresas signatárias dos Princípios de Empoderamento das Mulheres da ONU/Women’s Empowerment Principles (WEPs). Líder do mercado de revenda online do país, a empresa entrou para o rol de 388 organizações brasileiras que assumiram publicamente o compromisso de promover a equidade de gênero e o empoderamento feminino. Para marcar a adesão aos WEPs, a startup realiza nesta quarta-feira (08), às 15h, uma live no @trocreal com Tayná Leite, consultora de Princípios para Empoderamento das Mulheres da ONU Mulheres Brasil, e a fundadora e CEO da marca Luanna Toniolo.

A TROC é o maior brechó online do Brasil, com mais de 100 mil peças comercializadas. A plataforma conecta pessoas que querem vender e comprar roupas, bolsas, sapatos e acessórios usados das melhores marcas e em perfeito estado. O grande diferencial da startup é a curadoria feita sobre os produtos e o volume de opções que oferece – mais de sete mil peças são recebidas por mês e o estoque conta com mais de 40 mil itens. As opções atendem todos os gostos e bolsos, desde o fast fashion, premium e luxo. A startup foi fundada por Luanna em 2016, após ela cursar Gestão em Marketing em Harvard.

LEIA TAMBÉM:

Para ela, promover a paridade de gênero é um ponto fundamental para fortalecer as economias e impulsionar os negócios e um dos caminhos para uma sociedade mais justa, na qual homens e mulheres têm acesso às mesmas oportunidades. Ao ingressar na comunidade de WEPs, o ou a CEO de cada empresa sinaliza o comprometimento com essa agenda nos níveis mais altos da empresa e se compromete em trabalhar em colaboração em redes multissetoriais para promover práticas de negócios que capacitam mulheres. Isso inclui remuneração igual por trabalho de igual valor, práticas de cadeia de suprimentos que atendam a gênero e tolerância zero a assédio sexual no local de trabalho.

O público usuário da plataforma TROC, que vende e compra roupas, sapatos, bolsas e acessórios, é formado 95% de mulheres. Entre os funcionários que cuidam da operacionalização do e-commerce da marca, 80% são mulheres também. Elas estão desde o trabalho de curadoria das peças, no marketing, na administração, na logística e até, desde fevereiro deste ano, no comando. “Já tínhamos desde início o empoderamento feminino entre nossas diretrizes e achamos fundamental tornar isso público por meio dos princípios da ONU como forma de fortalecer essa causa”, afirma Luanna.

“Ter a TROC como signatária representa muito para Curitiba, o Paraná e todo o ecossistema de economia colaborativa que traz para as mulheres novas perspectivas de renda e de desenvolvimento de carreira. Que a TROC possa ser um exemplo e uma influência para tantas outras empresas paranaenses e para todo o Brasil”, diz Tayná Leite.

Conheça os sete Princípios

  1. Estabelecer liderança corporativa sensível à igualdade de gênero, no mais alto nível.
  2. Tratar todas as mulheres e homens de forma justa no trabalho, respeitando e apoiando os direitos humanos e a não discriminação.
  3. Garantir a saúde, segurança e bem-estar de todas as mulheres e homens que trabalham na empresa.
  4. Promover educação, capacitação e desenvolvimento profissional para as mulheres.
  5. Apoiar empreendedorismo de mulheres e promover políticas de empoderamento das mulheres através das cadeias de suprimentos e marketing.
  6. Promover a igualdade de gênero através de iniciativas voltadas à comunidade e ao ativismo social.
  7. Medir, documentar e publicar os progressos da empresa na promoção da igualdade de gênero.

Veja Também

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

X