DESKTOP

Morre Eduardo Guimarães, ex-secretário de Relações Internacionais e Cerimonial do governo do estado

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp

Da Redação

Sem título 6 1024x569 - Morre Eduardo Guimarães, ex-secretário de Relações Internacionais e Cerimonial do governo do estado
O ex-secretário de Relações Internacionais e Cerimonial do governo do estado nas gestões de Jaime Lerner, Eduardo Guimarães. (Foto: Projeto Memórias Paraná)

Morreu nesta sexta-feira (31), no Hospital Nossa Senhora das Graças, em Curitiba, Eduardo Guimarães, ex-secretário de Relações Internacionais e Cerimonial do governo do estado nas gestões de Jaime Lerner. Ele estava com 79 anos e lutava contra um câncer. Eduardo ocupou o mesmo cargo na prefeitura de Curitiba entre 2006 e 2011, nas gestões de Beto Richa e Luciano Ducci. Ultimamente, dedicava-se ao Instituto de Relações Internacionais do Paraná, do qual era presidente. O sepultamento deve ocorrer entre às 13h e 17h, sujeito à confirmação do horário, no cemitério Parque Iguaçu. Eduardo deixa a viúva Consuelo Macedo Guimarães.

LEIA TAMBÉM:

Siga-nos no Instagram para ficar sempre por dentro das notícias:

Veja Também

4 comentários em “Morre Eduardo Guimarães, ex-secretário de Relações Internacionais e Cerimonial do governo do estado”

  1. Para mim é um dia triste. Convivi com ele mais de 20 anos. O coração dele era imenso. Sempre disposto a tudo e transitava em todos os núcleos com desenvoltura. Sempre fez só amigos. Nunca ouvi alguém críticá-lo.

  2. Eduardo, além de me permitir resgatar sua memória à posteridade, era um apaixonado pelo cinema, sempre alegre e expandindo alegria por todos os cantos, sem sequer ter ouvido dele algum comentário desairoso a qualquer semelhante. De grande cultura, sabedoria e poliglota, sem qualquer vinculo com a arrogância, inveja ou ódio. Foi um dos meus melhores clientes de cinema, na Video1 desde a sua fundação. Tristeza mesmo a ausência do seu amor a vida, entre nós, amigos e familiares.

  3. Na década de 1960 o Eduardo mantinha um belo escritório de arquitetura com o falecido Edson Klotz. Eu estudava Edificações no CEFET e trabalhei com eles durante o ano de 1967. Foi um período muito criatlvo e feliz. O Eduardo, extremamente educado, cultíssimo e de uma gentileza ímpar, iluminava a todos. Uma grande perda para a sociedade. Meus sentimentos à familia e aos amigos.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

X