DESKTOP

É hora de ter a certeza de que mais uma vez o destino do Líbano será grandioso

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp

Por Gláucio José Geara

WhatsApp Image 2020 08 06 at 17.34.44 - É hora de ter a certeza de que mais uma vez o destino do Líbano será grandioso

O Líbano tem seu território baseado na costa do mar Mediterrâneo. Faz fronteira com Israel e Síria. Berço dos Fenícios, com tradicional cultura marítima, origem de conhecidos negociantes há mais de 2000 anos. Os primeiros indícios da civilização libanesa remontam há mais de 7000 anos de história. Durante séculos, o Líbano foi protagonista de inúmeras guerras religiosas, étnicas, culturais, civis e também com Israel e Síria, seus vizinhos. No final do século 19 e até metade do século 20, a imigração de libaneses para o Brasil foi intensa, registrando-se hoje mais de 8 milhões de oriundos e seus descendentes, tornando-se maior que a própria população de origem, além de ser a maior comunidade do mundo fora do Líbano.

No último dia 4 de agosto, Beirute foi duramente abalada por fortes explosões que provocaram até o momento mais de 200 mortes, milhares de feridos e desaparecidos, ocasionadas pelo armazenamento de materiais explosivos depositados no porto de Beirute. O mundo todo acompanhou estarrecido as imagens da destruição. Mais uma vez o povo libanês vê sua capital, já tão sofrida com as guerras civis, como a de 2006, entre Israel e o Hezbollah. O país vinha nos últimos 10 anos vivendo uma grande recuperação econômica e financeira, buscando se tornar a Suíça do Mediterrâneo, título que já ostentou na metade do século 20. Lamentavelmente, o destino reservou mais uma tragédia com este desastre no porto.

LEIA TAMBÉM:

A força do povo libanês, seus milhares de descendentes, como eu e meus familiares, em todas as partes do mundo, as orações, a generosidade de outros países, certamente serão o maior motivo para a recuperação do país e seu povo. Em junho de 2009 estive em Beirute participando do evento Diáspora em Ação, quando fui homenageado no jantar de encerramento com a presença do presidente da República, general Michel Aoun, do ministro Gebran Basil, e mais de 3000 pessoas. Recebi, com muito orgulho, por ser descendente de avô paterno libanês, a Comenda pela contribuição à pátria e ao povo. Neste momento é hora de enterrar seus mortos, consolar suas famílias, orar pela nação e ter a certeza de que mais uma vez este seu bravo, forte e guerreiro povo saberá que o destino desta nação sempre será grandioso.

Gláucio José Geara é empresário, ex-presidente da Associação Comercial do Paraná e descendente de libaneses.

Siga-nos no Instagram para ficar sempre por dentro das notícias:

Veja Também

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

X