DESKTOP

Comunidade Israelita arrecada quase R$ 1 milhão em cestas básicas

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp

Da Redação

menor IMG 1401 1024x683 - Comunidade Israelita arrecada quase R$ 1 milhão em cestas básicas
O presidente da Comunidade Israelita do Paraná, David Chaim Bergman, está ajudando na entrega das cestas básicas para famílias carentes de Curitiba e região. (Foto: Divulgação/Konrahd)

Era para ser uma campanha “modesta”. Lançada no dia 18 de julho, tinha por objetivo arrecadar, em 18 dias, 1.818 cestas básicas no valor de R$ 100,00 cada uma. Por que este número? A resposta está na Cabala, onde o número 18 simboliza a vida. Daí surgiu o costume na tradição judaica de doar dinheiro sempre em múltiplos de 18, segundo o rabino Pablo Berman, líder espiritual da Comunidade Israelita do Paraná. A ação, inspirada na ideia da comunidade judaica de São Paulo, recebeu o nome de 18💙18 e foi encampada por muitos curitibanos, tanto pessoas físicas como jurídicas. A arrecadação total pela plataforma de financiamento coletivo Benfeitoria ficou em R$ 991.841,00, que estão sendo transformados em 270 toneladas de alimentos para mais de nove mil famílias de Curitiba e região metropolitana. A distribuição já começou e continuará nas próximas semanas, com apoio logístico da Trans Pizzatto.

O número 18 foi escolhido por simbolizar a vida, “chai” (pronuncia-se rai), em hebraico. E o coração entre os números significa a ponte para outra vida. “Uma forma de honrar essa terra que tão bem recebeu nossos antepassados que vieram construir suas vidas em Curitiba”, afirma o presidente da Comunidade Israelita do Paraná, David Chaim Bergman. “Começamos esta campanha com uma meta que consideramos ousada, de arrecadar recursos para distribuir 1.818 cestas básicas em Curitiba e região metropolitana. Mas as pessoas ficaram tão entusiasmadas, que em dois dias chegamos na meta. A nossa decisão foi de continuar e, afinal, quintuplicamos a marca inicial”, comemora o empresário Helio Rotenberg, coordenador da campanha.

LEIA TAMBÉM:

As cestas estão sendo distribuídas para mais de 18 ONGs que fazem trabalho social, entre elas: Renar – Obra Assistencial de Recuperação e Resgate à Vida; Centro de Amparo à Criança e Adolescente Nossa Senhora do Monte Carlo; Instituto Playing For Change; Associação Beneficente Projeto Nova Terra; Associação Beneficente São Roque; ABC Vida – Associação Beneficente Curitibana; Anjos – Amigos Nova Jerusalém Organização Social; Sociedade Crescer; Um Lugar ao Sol; Instituto AMA; CEIS Betânia – Irmandade Evangélica Betânia; Atitude na Cabeça e no Coração; Centro Sócio Educacional Esperança; ECD – Encontro Com Deus; Lar dos Idosos Recanto do Tarumã; Associação Iniciativa Cultural Passos da Criança; Teto; Paróquia Santo Antônio Parolin e Hils Farein.

A campanha, que começou dentro da comunidade israelita, conquistou Curitiba. Várias personalidades e artistas gravaram depoimentos em apoio à iniciativa. Restaurantes e empresas também contribuíram. “Nosso muito obrigado a todos que se envolveram nesse movimento numa época tão delicada para a população”, complementa Rotenberg. A campanha terminou com um leilão beneficente, conduzido de forma voluntária pelo leiloeiro Helcio Kronberg, que arrecadou mais de R$ 200 mil. Entre os lotes constavam obras de artistas como Poty Lazzarotto, Juarez Machado, Marcelo Paciornik, Luiz de Souza, Romero Britto, Marc Chagall, entre outros, além de joias, itens esportivos e gastronômicos e de um desenho livre de Pablo Picasso. O artista Armando Merege criou um quadro inspirado no tema 1818. A entrega das cestas pode ser acompanhada pelos perfis da campanha no Facebook e Instagram @curitiba1818.

Siga-nos no Instagram para ficar sempre por dentro das notícias:

Veja Também

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

X