DESKTOP

Tradicional floricultura curitibana, com 57 anos de história, encerra atividades em meio à pandemia

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp

Leonardo Bessa, especial para o portal Reinaldo Bessa

WhatsApp Image 2020 08 18 at 13.32.44 1024x768 - Tradicional floricultura curitibana, com 57 anos de história, encerra atividades em meio à pandemia
Parte do mercado de festas e grandes eventos de Curitiba há 57 anos, a Flor de Liz encerra suas atividades essa semana. (Foto: Leonardo Bessa)

“Nós decoramos o Palácio do Governo, a frente todinha com vasos e colunas, e flores brancas e amarelas. Lembro que eram muitas flores. No final, a multidão se estapeava para pegar os enfeites, não sobrou nada. O estádio do Coxa também foi coisa nossa, fizemos um peixe de flores no centro do gramado, com palmas e crisântemos brancos e vermelhos, nas cores da bandeira da Polônia, para homenagear o Papa. Foi muito marcante para nós”. São essas as recordações que Fortunato Sukadolnik, de 77 anos, tem da visita do Papa João Paulo II a Curitiba, em 5 de julho de 1980. Ele e o sócio, João Klas Neto, donos da floricultura Flor de Liz, prepararam o cerimonial para a chegada do pontífice, há 40 anos, a pedido do então prefeito Jaime Lerner, cuidando de todos os detalhes da decoração.

WhatsApp Image 2020 08 18 at 13.32.09 1024x768 - Tradicional floricultura curitibana, com 57 anos de história, encerra atividades em meio à pandemia
Fortunato Sukadolnik, de 77 anos, um dos donos da floricultura Flor de Liz. (Foto: Leonardo Bessa)

No mercado de festas e grandes eventos de Curitiba há 57 anos, a Flor de Liz encerra suas atividades essa semana, com um bazar de liquidação do acervo, que conta com vasos, lustres, mesas, arranjos de flores e objetos decorativos que fizeram parte das grandes noites da cidade. “Avós, mães e filhas fizeram suas festas de casamento e bailes de debutantes com a Flor de Liz, quando ainda não existia essa coisa de cerimonial, produção de evento. Era tudo com a gente, direto. Agora, de uns cinco anos para cá o ramo virou um mundo cão, jogam o preço lá para baixo, uma concorrência desleal”, protesta Fortunato.

Festas inesquecíveis

WhatsApp Image 2020 08 18 at 13.31.35 1024x768 - Tradicional floricultura curitibana, com 57 anos de história, encerra atividades em meio à pandemia
A floricultura fez festas de casamento e bailes de debutantes desde quando ainda não existia o serviço de cerimonial. (Foto: Leonardo Bessa)

Uma das festas que exigiram mais capricho e dedicação da equipe da Flor de Liz, segundo Fortunato, foi o casamento da deputada estadual Maria Victoria, filha do então ministro da Saúde Ricardo Barros e da vice-governadora Cida Borghetti, organizada pela produtora de eventos Ilse Lambach, em 2017, no Palácio Garibaldi, no Largo da Ordem. Foi montada uma grande estrutura na parte externa do prédio para receber os convidados e dentro muitas, muitas flores, entre rosas vermelhas e Amor Perfeito.

maria 1 - Tradicional floricultura curitibana, com 57 anos de história, encerra atividades em meio à pandemia
Entre os eventos atendidos pela Flor de Liz está o casamento da deputada estadual Maria Victoria. (Foto: Gus Wanderley)

Mestres na arte de bem receber

“Falar da Flor de Liz é literalmente materializar a palavra amor, 57 anos de um profissionalismo escrevendo uma linda história das mais belas festas sociais e empresariais das tradicionais famílias curitibanas”, diz a produtora Ilse Lambach. “A Flor de Liz faz parte do meu histórico de eventos há muitos anos, fora a amizade e o carinho que eu tenho pelo João e pelo Fortunato. Eles foram os precursores do requinte em festa, da atualização com o mundo da arte de bem receber. Eles sempre foram mestres no bom gosto. Aprendi muito com eles”, depõe o produtor de eventos Marcos Soares.

WhatsApp Image 2020 08 18 at 13.30.50 1 1024x768 - Tradicional floricultura curitibana, com 57 anos de história, encerra atividades em meio à pandemia
A Flor de Liz realizou grandiosos eventos em locais de renome como o Palácio do Governo, por exemplo. (Foto: Leonardo Bessa)

LEIA TAMBÉM:

Até hoje a Flor de Liz é a fornecedora de flores dos eventos anuais dos clubes Curitibano – desde a época da antiga sede, na Rua Barão do Rio Branco – e Graciosa Country Club. Além disso, a floricultura foi a responsável pela decoração da noite de reabertura do Teatro Guaíra, em 1974; das festas de inauguração dos shoppings mais tradicionais da cidade e das grandes festas da alta sociedade curitibana.

Pandemia decisiva

Fortunato se emociona ao mostrar um pouco do acervo da floricultura. (Vídeo: Leonardo Bessa)

Apesar das dificuldades, a ideia era seguir com a floricultura ativa, porém a pandemia, que cancelou a maior parte dos eventos contratados para o ano, fez os sócios repensarem e optarem por encerrar de vez as atividades. “Ainda não sei o que vai ser do nosso futuro, mas não penso em parar totalmente, não sou de ficar em casa, sem nada para fazer”, conta emocionado. A entrevista é interrompida várias vezes para que Fortunato atenda alguns clientes, tanto presencialmente quanto ao telefone, com consultas sobre o preço de vasos e peças decorativas. Sempre atencioso, ele tem as informações de cada produto na ponta da língua. “Eu estou sentindo muito porque isso aqui é a vida da gente”, finaliza.

Siga-nos no Instagram para ficar sempre por dentro das notícias:

Veja Também

10 comentários em “Tradicional floricultura curitibana, com 57 anos de história, encerra atividades em meio à pandemia”

  1. Estou em Curitiba (40) anos
    Qdo aqui cheguei comecei a conhecer diversos lugares e um deles foi a Flor de Liz o que mto me encantou
    Agora vejo com tristeza essa notícia do encerramento
    Uma grande perda para Curitiba

  2. Estou triste, com o que está acontecendo ,meu boque de noiva, que era belicimo e de um bom gosto refinado , que com carinho o João e o Fortunato me presentiaram junto com suas presença em meu casamento , espero de coração partido que eles achem um jeito de continuar ,a enbezar a vida com seus bons gosto ,e deixar a vida ainda mais bela , parabéns meninos por todo o encinamento que passaram a todos que conviveram com vocês boa sorte aos dois

  3. Recebi a notícia com tristeza. João e Fortunato, além de profissionais de renome se tornaram amigos dos clientes. Era tal a confiança que neles depositava que deixava cartões previamente grafados e avisava os eventos e datas que mereciam as flores. Eles as mandavam e eu pagava. Fizeram o casamento de minha filha e muitas outras festas. Desejo a esses amigos uma feliz nova jornada de vida, permeada por sucesso e alegrias.

  4. Com a notícia e o vídeo do Foetunato, falando do acervo à venda, não pude segurar a emoçäo. Fizemos festas inesquecíveis, de tirar o fôlego dos covidafos;
    Deus abençoe o novo ciclo! “Muda a forma no trato do que é essencial nos eventos, mas não muda a essência profissional do João e do Fortunato no trato das festas!” Até breve!

  5. ALVACIR FERNANDES PEREIRA

    Estou com meu coração partido, trabalhei com eles durante alguns anos e além disso tenho uma dívida de gratidão de um valor imensurável. João e Fortunato, amo vocês. Alva

    1. Faltou um trabalho de resiliência, reconfigurar o ramo de atuação flores, direcionando pra outros rubros de atuação. Todos nós gostariamos de ter flores em casa por um preço acessível. Infelizmente o empresário quer continuar lucrando grandes quantías e não compreende que estamos em transformação. A ostentação caiu! Todo está mas equilibrado. Mas económico. Mas simple.

  6. Neusa Maria Balabuch

    Além da dedicação e gentileza com todos que adentravam na maravilhosa loja SrJoão e Fortunato eram surpreendentes na arte de fazer arranjos inigualáveis Que a essência continue Deus os abençoe

  7. Que tristeza foi saber que os meus amigos de mais de meio século, Joao e Fortunato estão fechando a sua Floricultura e o setor de decoração de milhares de festas aqui em Curitiba, devido a Pandemia da COVID-19. Cada trabalho era tratado como sendo o único, com um carinho especial e a dedicação deles era Total. Eu posso ressaltar, e me orgulho de dizer que eles sempre foram amigos especiais em todas as ocasiões, e as suas decorações eram feitas com carinho, dando uma alegria especial em festas e também ao enviarem um “bouquet” em todas as datas festivas para a nossa residência, para a minha falecida esposa ILKA, inclusive já sabendo o que mais era de seu agrado. João e Fortunato, participaram efetivamente de nossa vida, com uma amizade sincera e pelos seus trabalhos receberam prêmios, mas o mais importante, sempre era a forma com que éramos recebidos ao chegar em sua loja, vendo a alegria estampada em suas faces na realização de suas verdadeiras obras de arte. Esta pandemia acabou com todos nós, mas não posso deixar de cumprimentar com um abraço, pré-COVID, estes meus amigos inesquecíveis, que sempre terão um lugar especial em nossos corações.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.