DESKTOP

Grupo Boticário concentra operação de e-commerce no Paraná com apoio do governo

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp

Da Redação

Trabalhe conosco Boticario 1 3 1024x704 - Grupo Boticário concentra operação de e-commerce no Paraná com apoio do governo
O Grupo Boticário vai investir R$ 83,5 milhões com apoio do governo do estado na implantação de duas unidades de e-commerce. (Foto: Divulgação/Grupo Boticário)

O Paraná voltará a ser a base de operação do comércio eletrônico do Grupo Boticário no Brasil. A empresa, com sede em São José dos Pinhais, vai investir R$ 83,5 milhões com apoio do governo do estado na implantação de duas unidades de e-commerce, que vão coordenar a operação do comércio de cosméticos em todo o território nacional, e também de um Centro de Distribuição para atender a Região Sul. O protocolo que formaliza a inclusão dos dois empreendimentos no programa de incentivos do estado foi assinado nesta quarta-feira (02), no Palácio Iguaçu, pelo governador Ratinho Jr. e pelo presidente do Grupo Boticário, Artur Grynbaum. A previsão é que a implantação das novas unidades, em Curitiba e Campina Grande do Sul, na Região Metropolitana, crie entre 600 e 700 empregos diretos.

A primeira unidade de e-commerce, que comercializará as principais marcas do grupo (O Boticário, Eudora e Quem Disse Berenice), começa a operar já em outubro, com foco nas vendas natalinas. Artur Grynbaum disse que o ambiente competitivo do Paraná foi crucial para a empresa trazer de volta para o estado suas operações comerciais e logísticas. “O avanço no segmento de comércio eletrônico foi muito grande, o estado tem uma das melhores configurações em termos de incentivos do Brasil, o que traz a oportunidade para as empresas realizarem seus investimentos aqui”, afirmou.

LEIA TAMBÉM:

“O Boticário é um patrimônio e uma marca que orgulha muito os paranaenses. A vinda de mais unidades da empresa, toda a parte tecnológica envolvida na área de comércio eletrônico, fortalece muito o estado e consolida a presença da companhia no Paraná”, afirmou o governador Ratinho Jr.

Previsão de faturamento é de R$ 1 bi

A implantação das unidades de e-commerce será feita em duas fases, com investimento de R$ 8,5 milhões. Na segunda etapa, será implementada uma plataforma de vendas adquirida recentemente pela empresa, que deve iniciar a operação no começo do ano que vem. O maior investimento é na instalação do Centro de Distribuição na capital paranaense, na ordem de R$ 75 milhões. Todo o abastecimento das lojas próprias, franqueadas, multimarcas e a venda direta (porta em porta) dos cosméticos da marca no Paraná, Santa Catarina e Rio Grande do Sul será feito através da unidade a partir de 2022.

De acordo com Grynbaum, a previsão é de que a primeira plataforma de e-commerce fature de R$ 40 milhões a R$ 45 milhões até o fim deste ano. Com a operação da segunda unidade, o grupo espera atingir um faturamento anual de R$ 270 milhões com o e-commerce. Na terceira fase, com a implantação do Centro de Distribuição para a Região Sul, a expectativa é de um faturamento anual na ordem de R$ 1 bilhão.

Siga-nos no Instagram para ficar sempre por dentro das notícias:

Veja Também

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

X