Portal passa a publicar nova coluna de saúde com foco na Covid-19

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp

Reinaldo Bessa

O portal passa a publicar, a partir desta sexta-feira, uma nova coluna de saúde, a Boletim Covid, assinada pela equipe do laboratório de análises clínicas Caboracy Kosop, mais conhecido como LabCK. Nesta primeira edição, a coluna trata da popularização dos testes de Covid-19 e esclarece tudo sobre as opções oferecidas para quem deseja saber se contraiu ou não o temido vírus. Um dos alertas é o de que nem sempre o melhor teste é o mais caro. Com mais de 35 anos de atividades, o LabCK é referência em exames laboratoriais e conta em sua equipe com o infectologista Ricardo Paul Kosop, um de seus sócios e diretor. Quinzenalmente, os leitores terão informações sobre o andamento da pandemia e as melhores formas de enfrentá-la.


Testes de Covid-19 se popularizam; conheça as opções

Laboratório Caboracy Kosop

Recepção LabCK 3 1024x460 - Portal passa a publicar nova coluna de saúde com foco na Covid-19
Em termos de exame diagnóstico, o que vale é a janela imunológica do paciente. (Foto: Divulgação/LabCK)

Uma das formas mais eficientes de combater o avanço da pandemia de Covid-19 é reconhecidamente a testagem dos pacientes suspeitos, a fim de identificar os contaminados pelo vírus SARS-coV-2 e restringir sua circulação. A testagem também permite orientar o tratamento adequado ao paciente, visto que parte dos sintomas de Covid-19 é semelhante ao de outras síndromes respiratórias agudas, como a pneumonia.

Assim, os exames de detecção de Covid-19, ou simplesmente “testes de Covid”, como são chamados, passaram a fazer parte do vocabulário cotidiano. Mas não sem causar bastante dúvida entre as pessoas, e até entre a classe médica, sobre qual exame deve ser feito em caso de suspeita de contaminação.

Teste mais caro nem sempre é o melhor

kosop 4 1024x576 - Portal passa a publicar nova coluna de saúde com foco na Covid-19
O exames de Covid causam bastante dúvida entre as pessoas sobre qual opção deve ser feita em caso de suspeita de contaminação. (Foto: Portal Reinaldo Bessa)

Uma falácia comum é acreditar que quanto maior é o valor do exame, maior será a sua precisão. “Quando falamos em termos de exame diagnóstico, o que vale é a janela imunológica do paciente. Ou seja, quantos dias de sintomas se passaram até o momento em que a pessoa está indo fazer o exame” explica o infectologista e diretor médico do Laboratório Caboracy Kosop (LabCK), Dr. Ricardo Kosop. Isso se explica pelo fato de existirem duas grandes “classes” de exames para detecção de Covid-19.

A primeira se concentra em detectar o vírus propriamente dito em nosso organismo, através da coleta do Swab na região nasal (onde há maior concentração do vírus). Nessa classe de exames estão o RT-PCR (que detecta a carga viral) e a Pesquisa de Antígeno (que detecta partes do vírus em si). Ambos os exames podem ser realizados até o 7º dia de sintomas. Após essa data, há chances de diagnóstico falso-negativo, que é quando a pessoa está contaminada, mas o vírus não é detectado pelo exame. “Em termos práticos, o RT-PCR e a Pesquisa de Antígeno são equivalentes. A capacidade de detecção do vírus é semelhante, desde que respeitada a janela de coleta. A diferença está no custo benefício e agilidade de processamento da amostra na Pesquisa de Antígeno, que permite dar o resultado em 24 horas. Ninguém quer ter que esperar 5 dias por um resultado, que é o tempo médio para sair o resultado do RT-PCR atualmente.”, comenta o médico.

Watch this video on YouTube.
(Vídeo: Divulgação/LabCK)


A segunda classe de exames visa a identificação dos anticorpos que nosso organismo produz em resposta ao contato com o vírus. Por isso, eles são realizados através da coleta de sangue e somente a partir do 8º dia de sintomas, que é o tempo necessário para o corpo começar produzir esses anticorpos. Esses são os chamados Exames Sorológicos, que podem detectar duas classes diferentes de anticorpos: IgG (infecção tardia) e IgM (infecção recente).

Bandeira amarela em Curitiba não é permissão para relaxamento

shutterstock 713767969 1 1024x706 - Portal passa a publicar nova coluna de saúde com foco na Covid-19
Apesar do sinal positivo para a retomada do comércio, isso não significa liberação para voltar aos hábitos pré-pandemia. (Foto: Divulgação)

Desde o final de Agosto, Curitiba retornou ao nível amarelo de alerta na escala estabelecida pelo Protocolo de Responsabilidade Sanitária e Social da cidade. Conforme o relatório da página da Prefeitura Municipal de Curitiba, o nível de ocupação das UTI SUS para Covid-19 estava em 81% até a última quinta-feira (03).

Apesar de o sinal ser positivo para a retomada da atividade econômica, é importante lembrar que isso não significa liberação para voltar aos hábitos pré-pandemia. “O distanciamento social, uso de máscaras e higienização constante das mãos e superfícies continuam sendo as armas mais eficientes no combate à pandemia. Inclusive são hábitos que deverão permanecer mesmo após a ampla disseminação da vacina”, reforça o Dr. Ricardo Kosop.

Empresas contam com laboratório na tomada de decisões

Dr Ricardo Kosop 3 1024x683 - Portal passa a publicar nova coluna de saúde com foco na Covid-19
O infectologista e diretor médico do Laboratório Caboracy Kosop (LabCK), Dr. Ricardo Kosop. (Foto: Divulgação/LabCK)

Desde o início da pandemia, empresários têm enfrentado uma verdadeira batalha para equilibrar as contas e continuar mantendo seus negócios (e também suas equipes empregadas). Desafios como a queda de faturamento, horário de funcionamento reduzido, restrições na experimentação de produtos, evasão de clientes e garantir a própria segurança dos colaboradores tem se mostrado uma prova de fogo para a maioria dos setores econômicos.

Por essa razão, o Laboratório Caboracy Kosop colocou à disposição também dos seus clientes corporativos a equipe de Assessoria Médica e Científica, responsável por orientar quais testes são indicados individualmente para cada caso e ainda como interpretá-los, em caso de dúvida.

“A pandemia afetou todo mundo, desde o pequeno empresário até a grande corporação. Os departamentos de RH de repente se viram tendo que decidir entre afastar ou liberar um colaborador para trabalhar baseado no resultado do teste de Covid-19”, revela o Diretor Médico do LabCK, que coordena a equipe de assessoria.

Valores e orientações para realizar os testes de Covid-19

Atualmente, o LabCK realiza quatro tipos de exames para detecção do Covid-19: RT-PCR, Pesquisa de Antígeno, Sorologia IgM/IgG e Sorologia IgG.

O RT-PCR, considerado o “Padrão Ouro” para diagnóstico de Covid-19, e a Pesquisa de Antígeno, versão com melhor custo-benefício, são testes para serem realizados nos primeiros sete dias de sintomas (idealmente entre o 2º e o 5º dias). Do 8ª dia em diante (idealmente, a partir do 10ª dia), já se detectam os anticorpos da classe IgG e IgM contra o vírus em nosso organismo, assim pode-se realizar o teste sorologia IgM/IgG. Os valores variam de R$ 89,90 a R$ 310, por exame.

O LabCK tem atendido os pacientes tanto na própria matriz, anexa ao Hospital Angelina Caron, quanto pelo serviço de Coleta Móvel, que cobre a área de Curitiba e região metropolitana. O agendamento pode ser realizado pelo Whatsapp (41) 9877-8334 ou ainda pelo aplicativo online (disponível na Google Play e Apple Store). O laboratório tem seguido rigorosamente as orientações da secretaria de saúde com relação à higienização e uso de equipamentos de proteção, para garantir segurança e comodidade aos clientes.

LEIA TAMBÉM:

Conteúdo exclusivo e dicas de saúde

Sabendo da importância que a informação exerce sobre os cuidados com a saúde, o LabCK também produz conteúdos exclusivos para as redes sociais, sempre trazendo informações úteis e conteúdos explicativos para seus seguidores. Os interessados podem acompanhar pelos endereços labck.com.br, facebook.com/labkosop e instagram.com/labkosop.

Siga-nos no Instagram para ficar sempre por dentro das notícias:

Veja Também

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

X