DESKTOP

Varejo e serviços devem contratar 82 mil temporários para o fim do ano; shopping curitibano já abriu vagas

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp

Da Redação

WhatsApp Image 2020 10 26 at 10.42.21 1024x683 - Varejo e serviços devem contratar 82 mil temporários para o fim do ano; shopping curitibano já abriu vagas
O Shopping Curitiba já iniciou a movimentação para a contratação de pelo menos 100 pessoas em vagas temporárias de fim de ano. (Foto: Divulgação)

O setor varejista brasileiro deverá contratar 82 mil empregados temporários em todo o país para os eventos da Black Friday e principalmente o Natal. A estimativa é da ALSHOP (Associação Brasileira de Lojistas de Shopping). As contratações são 20% menores que as registradas no mesmo período do ano passado. Os segmentos que mais devem contratar temporários são supermercados, vestuário, calçados e acessórios, perfumaria e cosméticos. Dos 82 mil temporários, 34 mil devem ser contratados somente no estado de São Paulo.

Para a ALSHOP, a queda se deve ao número de lojas que tiveram que encerrar definitivamente suas atividades e também à queda no fluxo de pessoas em shoppings e lojas de rua. Estima-se que mais de 11 mil estabelecimentos fecharam definitivamente em todo o Brasil, de acordo com a entidade. “As autoridades demoraram bastante tempo para liberar o funcionamento do comércio, depois houve demora na flexibilização e esse é o resultado destas ações, afirma o presidente da ALSHOP, Nabil Sahyoun.

Para alguns associados da ALSHOP, a expectativa é de que pelo menos 20% destes 82 mil trabalhadores sejam efetivados e continuem trabalhando em 2021. Isso dependerá da resposta do varejo no fim do ano e da recuperação da economia. “Nossa expectativa é que o comércio inicie uma recuperação positiva nestes últimos dois meses do ano, ainda longe do ideal e bem abaixo dos níveis pré-pandemia”, diz Sahyoun.

Em Curitiba, a movimentação para as contratações temporárias de fim de ano já começou. Os lojistas do Shopping Curitiba devem contratar pelo menos 100 pessoas para atuar em funções como vendas, estoque, caixa, atendimento e reposição, entre outras. A expectativa é que as contratações ganhem força ao longo das próximas semanas e é possível que mais vagas sejam abertas. “Essas vagas são um respiro para quem precisa trabalhar e um sinal de que a economia está, aos poucos, voltando a caminhar”, comenta Luciano Abe, superintendente do shopping.

LEIA TAMBÉM:

Uma das lojas que pretendem contratar temporários é a Prata e Arte, especializada em joias em prata, que está em busca de quatro funcionárias para sua loja no Shopping Curitiba, todas para a área de vendas. “O ritmo de negócios vem melhorado mês após mês e, por isso, decidimos já abrir as vagas para o fim de ano, com a possibilidade de efetivação. No total, estamos em busca de mais de 40 vendedoras para toda rede”, diz Raiany Vereta, supervisora do grupo.

Siga-nos no Instagram para ficar sempre por dentro das notícias:

Veja Também

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

X