DESKTOP

“Operação Picanha” fecha churrascaria de Curitiba por descumprir decreto proibindo abertura no domingo

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp

Da Redação

Em cinco dias, 20 estabelecimentos de Curitiba foram interditados por descumprirem medidas contra a Covid-19. (Foto: Reprodução Facebook)

Trinta e uma vistorias em lojas de departamento, bares, lanchonetes, restaurantes, distribuidoras de bebida, um centro de eventos e danceterias nos bairros Uberaba, Prado Velho, Bigorrilho, Orleans, Santa Cândida e CIC foram realizadas neste domingo (06) pelas equipes da força-tarefa da prefeitura de Curitiba e governo do estado para fiscalizar possíveis aglomerações na cidade. Desde a última quarta-feira (02) até a noite deste domingo foram 138 fiscalizações e inspeções em estabelecimentos de diferentes regiões da cidade. Durante as abordagens uma churrascaria da Avenida das Torres foi interditada por descumprir o Decreto municipal 1640/2020 e/ou a Resolução 1/2020 por estar atendendo os clientes presencialmente.

Foram duas frentes de ação: Aifu Covid e inspeções da Vigilância Sanitária em parceria com a Guarda Municipal. Durante as abordagens da Aifu Covid-19 (Ação Integrada de Fiscalização Urbana), 78 estabelecimentos em vários bairros foram vistoriados, em operações realizadas durante o dia e à noite. Nas incursões, 19 estabelecimentos foram interditados por não atenderem aos decretos Nº 1600/2020, 1640/2020 e/ou Resolução 1/2020.

Também foram expedidas duas notificações por falta de adequação à Resolução 01/2020 e duas notificações por comércio irregular. As equipes também estiveram em comércios nos bairros Tingui, Centro Cívico, Seminário, Butiatuvinha, Portão, Vila Isabel, Xaxim, Capão da Imbuia, Cabral e Boqueirão.

Segundo o secretário municipal de Defesa Social e Trânsito, Guilherme Rangel, o fato de estabelecimentos funcionarem em desacordo com as medidas sanitárias necessárias para o momento – Curitiba está em bandeira laranja, com risco médio – demonstra que ainda há uma parcela da sociedade que ignora o quadro atual da pandemia.

No sábado (05), foram interditados um bar e uma casa noturna no Rebouças, um bar com lanchonete no Água Verde, um restaurante e um bar no Bigorrilho, um bar com lanchonete no Centro e uma tabacaria no Boqueirão. Entre os locais interditados, um restaurante no Bigorrilho foi notificado por comércio irregular.

LEIA TAMBÉM:

A Aifu Covid é resultado de uma força-tarefa integrada entre governo do estado e prefeitura de Curitiba para intensificar as fiscalizações em locais de aglomeração no comércio de todos os bairros da capital. São fiscalizações que dão sequência às abordagens que têm sido frequentes desde 17 de abril. As ações têm sido diárias considerando o quadro epidêmico do novo coronavírus e a situação de Risco Médio de Alerta – Bandeira Laranja, conforme Protocolo de Responsabilidade Sanitária e Social de Curitiba. As Aifus são realizadas por equipes da Guarda Municipal e Secretaria Municipal do Urbanismo, Polícia Militar e Corpo de Bombeiros e são direcionadas a bares e casas noturnas, em locais com histórico de aglomerações, notadamente bares e regiões que concentram grande número desses estabelecimentos.

A outra frente de ação são as inspeções realizadas pela Vigilância Sanitária e Guarda Municipal voltadas ao comércio: restaurantes, lanchonetes, shoppings, galerias, farmácias, supermercados e lojas, principalmente as de departamento.
Já a Vigilância Sanitária inspecionou 60 estabelecimentos entre a sexta-feira (4) e o domingo (6).

Siga-nos no Instagram para ficar sempre por dentro das notícias:

Veja Também

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

X