DESKTOP

Curitiba é invejosa, diz empresário que deu festa em cobertura do Batel com dragão entrando pela janela

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp

Reinaldo Bessa

Percy Tiemann
O dragão, de 17 metros de comprimento, foi confeccionado pelo artista Tony Reis, também presente à festa, segundo Percy Tiemann. (Foto: Divulgação/Reprodução Instagram)

O assunto do momento em alguns grupos de WhatsApp na cidade é a mega festa em uma super cobertura do edifício Mansão Paris na Avenida Visconde de Guarapuava, no Batel, na noite de segunda-feira (21). Além das luzes e do som alto, chamou a atenção dos vizinhos do prédio um dragão gigante que foi içado de um terreno ao lado até o apartamento, no 11º pavimento. O anfitrião era o empresário Percy Russ Tiemann, construtor e morador do edifício. Os vídeos do dragão sendo colocado para dentro do apartamento viralizaram desde ontem.

Em entrevista exclusiva ao portal na manhã desta quarta-feira (23) Tiemann disse que a festa só chamou a atenção por causa das luzes e do dragão, que vai decorar a piscina da cobertura. A polícia foi chamada duas vezes e na última delas ele acatou o pedido para desligar o som. Ainda segundo o empresário, a festa dava a impressão de ter mil pessoas, mas tinha na verdade cerca de dez, entre elas seus três filhos (duas gêmeas e um rapaz), a namorada do filho e o namorado de uma das filhas, amigas dos filhos e dele, já que é separado há sete anos.

“Fiz uma balada para mim, minha namorada e as amigas delas e dos meus filhos. Quem olha da rua acha que tem mil pessoas”, disse. O terreno de onde o dragão começou a ser içado também pertence ao empresário. Segundo ele, o preço da obra não foi de R$ 100 mil, conforme se divulgou. “Isso é folclore, custou bem menos”, afirmou. O dragão, de 17 metros de comprimento, foi confeccionado pelo artista Tony Reis, também presente à festa, segundo ele. Percy diz que a estrutura só chamou a atenção da vizinhança pelo tamanho e porque teve dificuldade para passar pela janela do apartamento. Para ele, os vídeos espalhados são fruto da inveja das pessoas. “Estou recebendo muitos cumprimentos também, e um dos vídeos teve 13 mil visualizações”, comemorou.

LEIA TAMBÉM:

Depois que desligou o som, a festa continuou dentro da piscina, “a noite toda”, disse. “Não fiz nada de errado, paguei o dragão com o meu dinheiro. Foi uma festa inédita particular”, completou. O dragão é uma réplica gigante do que existe na casa noturna Warung, em Itajaí (SC), da qual se diz frequentador assíduo.

Percy Tiemann, que gosta de se apresentar como pai da Ecoville, por ter construído o primeiro edifício da região, o luxuoso Palais Lac Leman, é um self-made man. Começou a vida vendendo e instalando ar-condicionado em shoppings centers até abrir sua própria construtora e entregar alguns edifícios de alto padrão na cidade, entre eles o próprio Mansão Paris, o Maison Le Mirage, também no Batel, e o comercial Tiemann Headquarters, conhecido como prédio dos leões, na Alameda Dr. Carlos de Carvalho, no Centro. Além desses, está construindo o Mansão Principado de Mônaco, na Rua Alferes Ângelo Sampaio.

Siga-nos no Instagram para ficar sempre por dentro das notícias:

Veja Também

83 comentários em “Curitiba é invejosa, diz empresário que deu festa em cobertura do Batel com dragão entrando pela janela”

          1. Só acha que pode. E você que apoia o que só acha que pode, pode menos ainda. Coitado, tanta desgraça e está apoiado no que acha ser poder.

      1. Educação e respeito de vizinhos e pelas regras de evitar aglomerações pra começar…Belo exemplo !! é só os futuros clientes de seus “mega-apartamentos” Se mostrarem mais educados que ele e não comprarem seus produtos. Quero ver essa “riqueza” acabar rapidinho… Imbecil

          1. Foi muito infeliz na escolha da época pra festa ….o mundo em luto e o cara querendo mostrar que e rico…… INVEJA?não .pena da mentalidade fútil

        1. Sinceramente, eu sou curiibana há cinco gerações e nunca vi ou soube de coisa mais ridícula na minha vida. Inveja de uma psiquê dessas, não tem sentido. Um cara querer chamar a atenção deste jeito, pelo exagero? É muito alienado fazer isso. No momento inoportuno, já que estamos vivendo uma pandemia, jamais vista, com 190.000 mortes de brasileiros e não sentir pesar pelas famílias que estão chorando, é no mínimo um “sem noção”. Fazer festa com um dragão de escola de samba do Rio e sendo içado por um guindaste? É um tremendo desrespeito com o ser humano, e ainda banalizando a tragédia deste momento que vivemos…, pode-se dizer que é “uma palhaçada desnecessária”. É o tipo de situação que Curitibano não suporta e não aceita, são pessoas egoístas que não sentem o que acontece no coletivo. É inadmissível!

    1. Sinceramente, eu sou curiibana há cinco gerações e nunca vi ou soube de coisa mais ridícula na minha vida. Inveja de uma psiquê dessas, não tem sentido,. Um cara querer chamar a atenção deste jeito, pelo exagero? É muito alienado fazer isso. No momento inoportuno, já que estamos vivendo uma pandemia jamais vista, com 190.000 mortes de brasileiros e não sentir pesar pelas famílias que estão chorando, é no mínimo um “sem noção”. Fazer festa com um dragão de escola de samba do Rio e sendo içado por um guindaste? É um tremendo desrespeito com o ser humano, e ainda banalizando a tragédia deste momento que vivemos, no mínimo, pode-se dizer que é “uma palhaçada desnecessária”. É o tipo de situação que Curitibano não suporta e não aceita, são pessoas egoístas que não sentem o que acontece no coletivo. É inadmissível!

    2. Hoje em dia está assim qualquer um que aprendeu a tirar foto faz qualquer reportagem sem nexo desde quando que fiquei com inveja daquele idioata emplena época de Natal com um dragão mal feito. sempre tem um destruturado que aprendeu a colocar anúncios Google e fica publicando asneira,pessoas assim tem que estudar aprender oque divulgar não sair divulgando qualquer porcaria sem nexo

  1. Balada, com dragão, para apenas 10 pessoas (tá, conta outra), custou bem menos de 100 mil reais. Curitiba é muito invejosa, disse o empresário lavajatista que financiou mobilizações de fascistas em apoio ao golpe e apoia o jaguara.
    https://reinaldobessa.com.br/2020/12/23/curitiba-e-invejosa-diz-empresario-que-deu-festa-em-cobertura-do-batel-com-dragao-entrando-pela-janela/?fbclid=IwAR0ADz_isf-9V-MUXfSGZBXOyIPKKDPsAhO6WnHtXpu731Xy9D-X3awbTCA

  2. Não importa se pagou, quanto foi e se tem ou não dinheiro. O que falta nele é empatia e respeito ao próximo. Pode ter dinheiro mas educação 0.

      1. Cristiane Oliveira da Rocha

        Tá acabando com o sossego dos vizinhos, quer fazer festa de arromba?
        Vá pra um lugar que não incomode ninguém, ou as pessoas que são sonhos dele são surdas?

    1. A polícia goi chamada duas vezes . A 1⁰ vez ñ fez nada só pediu pra absixar o som . A 2⁰ vez dispersou a festa . O empresário se mostrou arrependido e a polícia foi embora . Se fosse um pobre fazendo festa teria sido preso . Mas k cara é rico , pra quê prender se ele se arrependeu ?

      1. Apesar de não ser morador de curitiba, bem como, de nem ter ideia de quem seja esse empresário, tenho comigo que se trata de uma reportagem maldosa, que desvirtuou a fala do empresário. O empresário disse INVEJA DAS PESSOAS QUE FILMARAM (como está na reportagem) e NÃO Curitiba invejosa.

      2. Preso não, morto; lembra do ataque dos policiais a um baile na favela? Jovens correndo pelos becos e levanto balas… E não era época de pandemia.

    2. Só mudar de cidade, porque não vai pra china fazer uma festa dessa em plena bandeira laranja, com som alto luzes e dragão na janela vai lá pra china pra ver oque acontece vai.

  3. Tá certo ele, o único inconveniente é o som, se causa externalidade e incomoda os vizinhos, precisa se adequar.
    Agora, chamar de cafona, de novo rico, de sem empatia… Sim, tudo inveja pq o bostileiro tá se cagando de medo de uma gripe e das ameaças do estado, quando vê alguém que tem culhão pra cagar e andar pra arbitrariedade de político parasita, fica se rasgando.

    1. Vai dá custódio pro dragão o Zé ruela, quer aparecer porque não pendura uma melancia gigante no pescoço e enfia um sabugo de milho no rabo pra ver se vira pipoca

  4. Não é inveja é que ele é um babaca mesmo, além de não ter consideração nenhuma com os vizinhos nem com a comunidade, enfim, mais um babaca com dinheiro que se intitula de empresário.
    Por que não pegou essa grana e ajudou instituições que cuidam de crianças, por que não fez uma grande doação no Pequeno Príncipe ?
    Vai fazer balada na pandemia, comeu cocô ?

    Esse é típico empresário babaca, tem dinheiro, mas é um traste inútil como pessoa.

  5. A questão não e inveja ,a questão e saúde , agora se este empresário chegou onde está ,provavelmente não é por sua inteligência,porque não demonstrou nenhuma com está tal inveja precisa escrever mais alguma ………… Kkkkkkk

  6. Que decoração mais brega, cafona e ridícula! Eu não colocaria um troço desses na minha piscina nem que me pagassem. Mas tem gente que não tem medo de passar vergonha… Kkkk

    1. PARABÉNS 👏👏👏👏 A FESTA É SUA,VC FAZ COMO QUISER,TODOS MEUS AMIGOS CURTIRAM, SOMOS DE CURITIBA,BAIRRO SANTA FELICIDADE, ÓTIMA CRIATIVIDADE,NAO LIGUE PARA VELHOS E INVEJOSOS ,AQUI É ELETRÔNICA NA VEIA!!!

  7. Ô gentalha…gentalha…já diria o tesouro da mamãe … O cara só queria ostentar o dragão que comprou pra homenagear a namorada… Os vizinhos, os doentes, familiares de mortos pela Covid, pessoal da saúde e policia, são só um detalhe e também são invejosos… Por isto a mamy dele deve ter orientado a não se misturar… kkkkkkkkk

  8. Pode ser o dono da p* toda, mas vive em sociedade e não mencionou ter comprado o ouvido dos vizinhos. Pega essa tralha toda e vá para uma ilha deserta. Mongoloide ne.. kkk!

  9. Pingback: Engenheiro bolsonarista faz festa com dragão gigante de R$ 100 mil | Revista Fórum

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

X