Abrigos da prefeitura registram recorde de atendimentos na noite mais fria do ano em Curitiba

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp

Da Redação

Na noite mais fria do ano, Curitiba bate recorde de acolhimento de pessoas em situação de rua. (Foto: Ricardo Marajó/FAS)

Na noite mais fria do ano, em que a temperatura mínima chegou a 0,6 grau durante a madrugada, os abrigos da prefeitura registraram um novo recorde no número de acolhimentos da população de rua. Nesta segunda-feira (28), 1.088 pessoas foram atendidas nas unidades mantidas pela Fundação de Ação Social (FAS). Até então, o maior número de acolhimentos tinha sido registrado na última terça-feira (22), quando 1.058 pessoas foram abrigadas. Desde o início da pandemia na cidade, em março de 2020, a média diária de acolhimento nas unidades oficiais do município tem sido de 800 pessoas, mas com a chegada do frio este número passa de mil.

Com a queda das temperaturas durante toda a semana, a FAS ampliou em duas horas a ação intensificada para abordagem social e encaminhamento de pessoas desabrigadas. Desde a noite do último domingo (27), o trabalho passou a ser feito das 18h às 24h, quando as equipes percorrem a cidade em busca de pessoas em situação de risco e não mais das 18h às 22h. O presidente da FAS, Fabiano Vilaruel, explica que a ampliação do horário tem o objetivo de garantir que o maior número possível de pessoas seja resgatado antes das madrugadas quando as temperaturas costumam ser mais baixas. Quem vir uma pessoa em situação de rua entre em contato por meio da Central 156 ou pelo aplicativo Curitiba 156 e informar o endereço onde a pessoa se encontra.

Com a queda das temperaturas durante toda a semana, a FAS ampliou em duas horas a ação intensificada para abordagem social e encaminhamento de pessoas desabrigadas. (Foto: Daniel Castellano/SMCS)

LEIA TAMBÉM:

Mesmo com o recorde de acolhimento, os abrigos da prefeitura ficaram com 547 vagas desocupadas durante a noite. Nesta Ação Inverno, Curitiba conta com 1.635 vagas para acolhimento de pessoas em situação de rua. Das 1.088 pessoas acolhidas nesta segunda-feira (28), 335 procuraram o serviço espontaneamente nas casas de passagem onde o atendimento é feito sem a necessidade de encaminhamento das equipes técnicas. Outras 115 pessoas foram encontradas pelas equipes da FAS nas ruas e levadas para os abrigos, onde podem dormir em camas, tomar banho quente, receber roupas limpas e se alimentar. Apesar do frio intenso, 132 pessoas foram abordadas, mas recusaram atendimento. Algumas receberam cobertores porque estavam pouco agasalhadas.

Mesmo com o recorde de acolhimento, os abrigos da prefeitura ficaram com 547 vagas desocupadas durante a noite. (Foto: Ricardo Marajó/SMCS)

A FAS manterá as ações intensificadas das 18h às 24h todas as noites em que houver previsão de temperaturas iguais ou abaixo de 9 graus. Nos demais horários, o trabalho segue o cronograma de rotina orientado pela Central de Encaminhamento Social, que atende as demandas de toda a cidade 24 horas por dia.

Siga-nos no Instagram para ficar sempre por dentro das notícias:

Veja Também

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

X