Acidentes de trânsito caem 18% durante vigência de medidas restritivas no Paraná

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp

Da Redação

blank
Corpo de Bombeiros registra queda de 18% nos acidentes de trânsito durante vigência do decreto. (Foto: Detran/Arquivo AEN)

O número de acidentes de trânsito atendidos pelo Corpo de Bombeiros no Paraná caiu 18,11% nos dez primeiros dias de vigência do decreto estadual número 6.983/2021, que intensificou as medidas restritivas de combate ao novo coronavírus. Nos dez dias anteriores ao decreto, de 17 a 26 de fevereiro, foram registrados 988 acidentes e de 27 de fevereiro a 8 de março, houve redução para 809 ocorrências.

O levantamento feito Serviço Integrado de Atendimento ao Trauma em Emergência (Siate), foi divulgado nesta terça-feira (9). A queda na quantidade de acidentes é ainda maior quando comparada ao mesmo período de 2020: foram 1.412 ocorrências registradas entre 27 de fevereiro e 8 de março do ano passado – uma redução de 42,71%.

LEIA TAMBÉM:

O resultado positivo é reflexo da restrição de circulação e da proibição de venda de bebidas alcoólicas a partir das 20 horas, ambas as medidas previstas no decreto para ajudar a diminuir a demanda do sistema de saúde e os casos de contaminação pelo vírus.

Outro dado que reforça o menor impacto de acidentes de trânsito no sistema de saúde durante a vigência do decreto é a queda nos atendimentos pré-hospitalares realizados pelo Corpo de Bombeiros neste período. A redução é de 12,47% na comparação entre os dez dias anteriores ao decreto (foi de 866 para 758), e de 32,26% com relação ao mesmo período de 2020 (de 1.119 para 758).

Armas

O Corpo de Bombeiros também divulgou dados referentes a ferimentos por armas de fogo e por armas brancas nesse período. Com armas de fogo, foram 22 ocorrências registradas entre 17 e 26 de fevereiro, e 25 entre 27 de fevereiro a 8 de março, o que corresponde a um pequeno aumento de 13,63%. Já em comparação ao mesmo período de 2020, o número apresenta uma queda de 40,47%, tendo reduzido de 42 para 25 ocorrências.

Os ferimentos por armas brancas tiveram aumento de 3,12% durante os dez dias de decreto (de 31 para 32 ocorrências). Em relação ao ano passado, também foi registrada queda. Nesse caso, a redução foi de 8,57%, tendo passado de 35 ocorrências entre 27 de fevereiro e 8 de março de 2020 para 32 no período mais recente.

Siga-nos no Instagram para ficar sempre por dentro das notícias:


Veja Também

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

X