DESKTOP

Aifu interrompe casamento em buffet de Santa Felicidade

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp

Da Redação

blank
O salão estava decorado para o casamento e o dono do espaço foi multado em R$ 50 mil. (Foto: Divulgação)

Neste domingo (13) uma casa de festas onde acontecia um casamento, em Santa Felicidade, foi interditada pelas equipes da Ação Integrada de Fiscalização Urbana (Aifu). A operação colocou fim ao evento e acabou em multa de R$ 50 mil para o proprietário devido ao exercício de atividade restrita durante o lockdown.

A força-tarefa chegou até o local através de denúncias anônimas feitas pelo telefone 156. Segundo as informações dos integrantes da Aifu, a casa estava decorada e aproximadamente 30 pessoas, entre funcionários e convidados, estavam no salão. O portal entrou em contato com o empresário Geraldo Simon Klaine, proprietário do Espaço Klaine, no bairro Santa Felicidade. Ele enviou nesta segunda-feira (15) uma nota de esclarecimentos à prefeitura de Curitiba. No texto ele informa que poucas pessoas estavam presentes no momento da abordagem. Ainda segundo Klaine, não havia festa e, sim, uma cerimônia religiosa que teve início às 17h e foi encerrada às 20h, antes da chegada das equipes. “Estava tudo planejado há 3 meses. Não havia aglomeração de pessoas, todas as regras de segurança estavam sendo observadas, com distanciamento social e uso de máscaras”, disse o empresário, que vai recorrer da multa.

blank
Aifu interrompe festa de casamento em Santa Felicidade. (Foto: Divulgação)

Segundo o produtor de eventos e organizador da festa, Alexandre Distefano, eram apenas 13 convidados para uma live que estava sendo transmitida para os 150 convidados, cada um em sua casa. Ele admite que foi um erro realizar a festa neste momento, mas justificou dizendo que o decreto do lockdown pegou a todos de surpresa. Distefano diz que os próprios policiais constataram que a denúncia não batia com o que encontraram no local. Segundo ele, os policiais lhe disseram que a denúncia falava em 400 pessoas reunidas. “Quem não sabe como foi acha que a gente não estava nem aí para a pandemia”, disse o produtor.

blank
A Aifu é composta por órgãos de repressão e fiscalização da prefeitura e do governo do Estado. (Foto: Divulgação)

Festas proibidas

O decreto 625/2021 suspende o funcionamento das atividades e serviços não essenciais, em todas as modalidades de atendimento. Até o dia 21 de março estão vetadas reuniões com aglomeração de pessoas, incluindo eventos, comemorações, assembleias, confraternizações, encontros familiares ou corporativos, em espaços de uso público, localizados em bens públicos ou privados. 

LEIA TAMBÉM:

No mesmo dia em que a festa de casamento foi interrompida, um bar no Pinheirinho também foi interditado e multado em R$ 5 mil também pela prática de atividade restrita no período. Outros 14 estabelecimentos que foram alvo da operação estavam sem atividades no momento da fiscalização. 

Lei 15.799/2021

Desde o início da vigência da Lei 15.799/2021, em 5 de janeiro, foram vistoriados 813 estabelecimentos, dos quais 233 tiveram as atividades paralisadas e 527 autos de infração foram lavrados, somando R$ 6.661.600 em multas.

Siga-nos no Instagram para ficar sempre por dentro das notícias:

Veja Também

blank

2 comentários em “Aifu interrompe casamento em buffet de Santa Felicidade”

  1. blank

    Vou repetir a dica: senhor empresário contrate um bom advogado, processe a Prefeitura em 10 vezes o valor da multa por perdas e danos e danos morais. Ganhará certamente, leva uns 2 anos, vai rir muito. Guarde todas as provas, inclusive minha dica.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

blank
X