DESKTOP

Ao ser diplomado pelo TRE-PR, Greca promete recuperar o DNA inovador de Curitiba

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp

Da Redação

blank
O presidente do TRE/PR, Tito Campos de Paula, e o prefeito reeleito Rafael Greca. (Foto: Daniel Castellano/SMCS)

Único prefeito eleito três vezes em Curitiba, Rafael Greca foi diplomado na última sexta-feira (18) pelo Tribunal Regional Eleitoral do Paraná (TRE-PR). Greca foi reeleito este ano, em primeiro turno, para o período 2021-2024. Além da atual gestão, iniciada em 2017, ele já tinha comandado a capital entre 1993 e 1996. O ato, que representa a habilitação para exercer o cargo nos próximos quatro anos, foi o último passo antes da posse, no dia 1º de janeiro.

O diploma foi entregue pelo presidente do TRE, desembargador Tito Campos de Paula. Devido à pandemia de Covid-19, além do prefeito reeleito e autoridades da Justiça Eleitoral, a cerimônia, na sede do TRE-PR, teve a presença apenas do vice-prefeito, Eduardo Pimentel Slaviero, e de dois vereadores eleitos, o presidente da Câmara Municipal, Sabino Picolo (reeleito), e Indiara Barbosa Custódio, candidata mais votada para o Legislativo municipal, que também foram diplomados. Autoridades estaduais e vereadores eleitos também puderam acompanhar a cerimônia por videoconferência.

blank
O vice-prefeito Eduardo Pimentel Slaviero e o prefeito reeleito Rafael Greca. (Foto: Daniel Castellano/SMCS)

“Pela terceira vez eu venho a esta casa buscar o diploma de prefeito de Curitiba e esta singular proeza é o reconhecimento da população à determinação da minha atual gestão de garantir melhores serviços de saúde, educação e assistência social, e de recuperar o DNA inovador de Curitiba, em áreas como meio ambiente, mobilidade e sustentabilidade”, afirmou Greca em seu discurso. Ele prometeu mais transformações para a cidade nos próximos quatro anos, entre elas a reurbanização do bairro Caximba, com sua futura pirâmide solar (usina de energia limpa) e o novo Inter 2, com ônibus elétricos e estações com painéis solares, ar-condicionado, wi-fi e pontos para recarregamento de celulares.

Os desafios da pandemia, em 2020, também foram lembrados por Greca em sua fala. Ele citou a abertura de três hospitais exclusivos para pacientes da covid-19, as 800 horas/aula dadas para os alunos da rede municipal através da TV Escola e os 950 mil kits de alimentos distribuídos para famílias dos estudantes.

LEIA TAMBÉM:

Em seu pronunciamento, o desembargador Tito Campos de Paula ressaltou que a democracia brasileira se fortalece a cada eleição e que, mesmo com a pandemia, a Justiça Eleitoral conseguiu promover um pleito que legitimiza a posse dos eleitos. “É com alegria que estamos prestando contas do resultado de uma eleição, que apesar das adversidades trazidas pela covid-19, foi tranquila e com total segurança para a população”, disse.

Também participaram presencialmente da solenidade o vice-presidente e corregedor do TRE-PR, desembargador Vitor Roberto Silva; o diretor-geral do Tribunal, Valcir Mombach; Paula Mocellin Slaviero, mulher do vice-prefeito Eduardo Pimentel Slaviero, e a procuradora-geral do município, Vanessa Volpi Palacios.

A diplomação ainda foi acompanhada por videoconferência pelo presidente do Tribunal de Justiça do Estado do Paraná, desembargador Adalberto Jorge Xisto Pereira; pela procuradora Regional Eleitoral do Paraná, Heloísa Helena Machado; pela promotora da 2ª Zona Eleitoral, Janaína Bruel Marques; pelo presidente da OAB-PR, Cassio Telles, e pela chefe de Cartório da 2ª Zona Eleitoral do Paraná, Tonia Larissa Lemos de Almeida.

Siga-nos no Instagram para ficar sempre por dentro das notícias:

Veja Também

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

X