DESKTOP

Após um ano fechado, Teatro Lala Schneider reabre neste sábado com um de seus maiores sucessos

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp

Da Redação

blank
O Teatro Lala Schneider fica na Rua Treze de Maio, 629, no Bairro São Francisco. (Foto: Divulgação)

Após quase um ano fechado por causa da pandemia, o Teatro Lala Schneider reabre neste sábado (20) com um de seus maiores sucessos de público: o monólogo comédia “A tarada do Boqueirão”, com a atriz Sonia Bacila, ganhadora do Troféu Gralha Azul. E desta vez ela volta com todas as medidas de prevenção à Covid-19, como não poderia deixar de ser. As apresentações ocorrem neste e no próximo sábado (27), às 20h. O texto e a direção do espetáculo são do dramaturgo e diretor do Lala Schneider, João Luiz Fiani, ex-secretário da Cultura do Paraná.

LEIA TAMBÉM:

O Teatro Lala, como é chamado, é um dos espaços culturais mais tradicionais da cidade, com mais de 25 anos de atividades ininterruptas e uma programação intensa e variada. “A pandemia que nos assola fez com que, pela primeira vez, o Lala interrompesse sua programação de modo tão prolongado, o que nos deixou muito tristes, mas agora cumprindo todos os protocolos possíveis de segurança, estamos prontos a receber nosso público novamente, embora de forma gradual e controlada”, explica Fiani.

blank
A atriz Sonia Bacila protagoniza o monólogo lançado em 2007, que já foi assistido por mais de 100 mil pessoas. (Foto: Divulgação)

Além das medidas de segurança já adotadas por vários estabelecimentos da cidade, como o uso de álcool em gel e aferição de temperatura, o teatro tem, como medidas adicionais, um sistema de exaustão do ar para a renovação constante, ventiladores e portas da sala de exibição abertas durante a exibição dos espetáculos. Fiani diz que também está sendo observado o limite de lotação estabelecido pela prefeitura de Curitiba. Assim, a primeira fila da plateia não colocada à venda para que haja um maior distanciamento entre atores e o público e nas demais fileiras os assentos são vendidos de maneira não sequencial para garantir a distância entre as pessoas, exceto grupos de convivência, como famílias. Outro cuidado é com o estilo dos espetáculos e a frequência das apresentações. Nesse primeiro momento, o Lala irá exibir apenas monólogos ou espetáculos com no máximo três atores, apresentados apenas uma vez por semana. Para evitar filas, o público pode adquirir os ingressos antecipadamente na bilheteria do teatro, que funciona de terça a sexta-feira, a partir das 14h, e aos sábados a partir das 10h.

Após as apresentações de A tarada do Boqueirão entrará em cartaz o monólogo Werther, obra do autor alemão Goethe, interpretado por Lucas Cardoso, nos dias 6 e 13 de março, às 21h. A direção também é de Fiani. Em seus mais de 25 anos de atividades, o Teatro Lala Schneider já apresentou mais de 300 espetáculos diferentes e mantém uma companhia estável de atores, além de um curso de teatro.

Serviço:
Monólogo cômico A tarada do Boqueirão
Dias 20 e 27 de fevereiro às 20h
Ingressos: R$ 50,00 (inteira) e R$ 25,00 (meia)
Rua 13 de maio, 629
Informações: (41) 3232-4499 www.teatrolala.com.br

Veja Também

blank

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

blank
X