Arquiteto Ivan Wodzinsky estreia como colunista do portal para falar sobre arquitetura de interiores

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp

Conteúdo patrocinado

A partir de hoje, o portal estreia uma nova coluna, assinada pelo renomado arquiteto Ivan Wodzinsky. A cada 15 dias ele vai falar sobre arquitetura de interiores. Com a pandemia, o assunto ganhou ainda mais relevância pois as pessoas passaram a ficar mais tempo em casa, o que fez com que sentissem o desejo de melhorar o ambiente em que vivem. Nesta primeira coluna, Ivan fala do seu método de trabalho e como vê a relação profissional/cliente. Confira.

Por que contratar Ivan Wodzinsky?

Ivan Wodzinsky

Primeiramente, gostaria de dizer que fazer parte como colunista do portal do grande Reinaldo Bessa é uma imensa satisfação, é a realização de um projeto que vem caminhando junto a uma parceria de muitos trabalhos, que, afinal de contas, me colocou em muita evidência com diversos projetos e eventos pela cidade.

Aproveito essa oportunidade para poder me comunicar com o público do portal, pois assim perco um pouco da minha timidez para interagir com todos por aqui. Assim, todos poderão me conhecer mais intimamente como o Ivan pessoal e não só Ivan arquiteto.

Fazer um bom projeto hoje em dia sem um bom profissional está fadado a uma inúmera lista de problemas e consequências na obra e no dia a dia do cliente. Essa empreitada pode se transformar em um verdadeiro caos. Ou, no mínimo, trazer muitos riscos à saúde e ao bolso dos clientes.

No dia a dia do escritório, entre projetos e obras, sempre estamos em contato com parceiros, lojas e mão de obra especializada para poder fornecer os melhores serviços e os melhores acabamentos para nossos clientes para entregar um projeto completo.

Para conhecer o profissional, o pretendente pode e deve recorrer às redes sociais, ao currículo do profissional. Conferir o que ele já fez em mostras, em publicações de revistas, sites, colunas, etc, tendo assim uma ideia do trabalho e do estilo.

Arquiteto Ivan Wodzinsky estreia uma nova coluna no Portal Reinaldo Bessa. (Foto: Divulgação)

O escritório trabalha por contrato integral ou parcial, podendo fazer o projeto aos poucos, garantindo, assim, uma boa finalização. Trabalhamos dentro do orçamento do cliente, com uma constante pesquisa por produtos, acabamentos, iluminação, fazendo com que tudo se encaixe no orçamento aprovado. Essa pesquisa é sempre feita em boas fontes – sites, livros e revistas do mundo todo – com profissionais que podem nos ensinar e acrescentar. Pesquisar é essencial.

Uma das formas de garantir um projeto sólido e com consistência é a realização de diversos estudos, tanto em arquivos 2D como em arquivos 3D e vídeos. Os estudos sempre são apresentados ao cliente com uma conversa franca entre as partes.

Conhecer meu currículo que, modéstia à parte, é grande, mostra toda a minha experiência, tanto em projetos residenciais, comerciais, coorporativos e de mobiliário e paisagismo. E olha que tenho muita experiência em residencial (condomínios), gosto muito de fazer halls de edifícios, inclusive tenho um hall premiado por um júri americano. Atuo principalmente nas áreas de arquitetura de interiores e decoração, atendendo clientes de gosto requintado e tendo conquistado rápido reconhecimento.

LEIA TAMBÉM:

Um diferencial do meu trabalho é que acompanho a obra pessoalmente, mas deixo claro que não faço administração de obra. Isso é função de engenheiros civis.

Tripé de trabalho

Cliente/arquiteto/fornecedor estão no mesmo nível de importância. Costumo dizer que necessariamente não é o cliente que tem que estar em 1º lugar, mas sim o trabalho. Porque se o trabalho estiver em 1º lugar o cliente, o profissional e os fornecedores todos também estarão no mesmo nível de importância. O bom relacionamento entre arquiteto, cliente e fornecedor e fundamental para o andamento da obra. Todos têm que falar a mesma linguagem para evitar conflitos. Os fornecedores são indicados pelo escritório, pela sua experiência, pela engenharia especializada, pela confiança dos parceiros e, sobretudo, pelo trabalho final primoroso na entrega para o cliente. Mas os fornecedores podem ser indicados pelos clientes também, desde que sua eficiência seja comprovada pelos mesmos, garantindo, assim, uma boa finalização do projeto. Muitos dos bons fornecedores que estão na agenda do escritório foram indicações de nossos clientes.

Siga-nos no Instagram para ficar sempre por dentro das notícias:

Veja Também

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

X