Arquiteto Manoel Coelho morre em Curitiba; entre suas obras está a Universidade Positivo

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp

Da Redação

Morre Manoel Coelho
Morreu na manhã desta quinta-feira (04), em Curitiba, aos 80 anos, o renomado arquiteto e urbanista Manoel Coelho. (Foto: Divulgação) 

Morreu na manhã desta quinta-feira (04), em Curitiba, o renomado arquiteto e urbanista Manoel Coelho. Ele sofria de câncer e estava com 80 anos. A morte ocorreu em casa. Nascido em Florianópolis, Coelho formou-se na primeira turma de Arquitetura da UFPR, em 1962. Lecionou na universidade por 35 anos e foi coordenador do curso. Entre seus projetos estão os câmpus da Pontifícia Universidade Católica do Paraná em Curitiba e no interior e da Universidade Positivo, o Centro de Exposições do Parque Barigui, a revitalização da Praça Osório e mais recentemente o Hospital do Rocio, em Campo Largo, além de itens do mobiliário urbano de Curitiba, como lixeiras e abrigos de ônibus.

Também integrou a equipe da segunda gestão do prefeito Jaime Lerner, como secretário de Urbanismo, e fez parte da primeira equipe do Instituto de Pesquisa e Planejamento Urbano de Curitiba (Ippuc). É de sua autoria a folha verde que fez parte da logomarca de Curitiba nas gestões de Lerner, Rafael Greca e Cássio Taniguchi. Além do Paraná, desenvolveu projetos urbanísticos para a cidade de Criciúma, em Santa Catarina, segundo informações prestadas por seu sócio, o arquiteto Antonio Abrão.

Coelho também presidiu a seção paranaense do Instituto dos Arquitetos do Brasil (IAB). O arquiteto deixa a mulher, Denise Schmidt Coelho, e três filhos, entre eles o cineasta Luciano Coelho. O velório ocorre a partir das 15h30 na Capela Municipal do cemitério da Água Verde e o sepultamento às 17 horas.

LEIA TAMBÉM:

Siga-nos no Instagram para ficar sempre por dentro das notícias:

Veja Também

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

X