DESKTOP

Amigos do HC comemora aniversário de 35 anos com programa de atenção a idosos

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp

Da Redação

blank
A casa onde irá funcionar o novo Programa de Atenção à Pessoa Idosa passará por adaptações. (Foto: Vitória Peluso)

A Associação Amigos do HC comemora 35 anos de fundação e para marcar a data, anunciou nesta segunda-feira (03), a criação do Programa de Atendimento à Pessoa Idosa. Um site comemorativo está no ar com objetivo de mostrar o trabalho da associação ao longo dos últimos anos e passar mais informações sobre as maneiras de contribuir financeiramente para o novo centro de atendimento.

blank
A Associação Amigos do HC comemora 35 anos de fundação com a criação do Programa de Atendimento à Pessoa Idosa. (Foto: Divulgação)

O presidente da entidade, Pedro de Paula Filho, pediu apoio de toda sociedade para completar os recursos na ordem de R$2,5 milhões que envolvem o projeto. Segundo ele, o local será referência na melhoria da qualidade de vida e atendimento ao idoso. “A adaptação do imóvel onde o projeto irá funcionar está sendo reformada para atender a legislação vigente. Essa parte burocrática deve estar pronta em até 45 dias. Contamos com o apoio de todos os amigos do HC e de toda sociedade”, falou ele.

De acordo com Sheila Meneghette, porta-voz do Programa de Atendimento à Pessoa Idosa, o programa presencial deverá estar em operação em 2022 e contará com oficinas de inclusão e treinamento dos idosos para diversas áreas de trabalho. A vertente de inclusão digital inclui cursos para que as pessoas mais velhas consigam aprender sobre novas tecnologias. “Na parte virtual há parceiros que irão desenvolver os conteúdos, com supervisão dos órgãos de referência de saúde e bem estar. Todo conteúdo tem essa finalidade, de educar de forma geral. A frente de inclusão digital, por exemplo, é um grande desafio para estabelecer essa conexão da pessoa idosa com o mundo virtual. Muitas vezes eles não têm as noções básicas do funcionamento dos aparelhos e aplicativos”, falou Sheila Meneghette.

LEIA TAMBÉM:

Ainda segundo Sheila, a Organização Mundial de Saúde preconiza orientações sobre o envelhecimento saudável, com foco no bem estar e qualidade de vida, que serão colocados em prática neste projeto. “Esperamos pelo menos três mil acessos diários em nossa plataforma, que oferecerá a capacitação necessária para essa faixa etária. As políticas públicas de atenção ao idoso estão presentes”, explica.

Saiba mais sobre o projeto neste link.

Siga-nos no Instagram para ficar sempre por dentro das notícias:

Veja Também

blank

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

blank
X