Associação Comercial diz que permissão para lojas abrirem no Dia das Mães não ajuda o comércio de Curitiba

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp

Da Redação

O presidente da Associação Comercial do Paraná, Camilo Turmina, critica postura da prefeitura de Curitiba. (Foto: Arquivo pessoal)

O presidente da Associação Comercial do Paraná, Camilo Turmina, disse estranhar os critérios utilizados pela prefeitura de Curitiba para flexibilizar o funcionamento do comércio no Dia das Mães. Conforme o novo decreto municipal, que passou a valer nesta quinta-feira (29), fica mantida a bandeira laranja com o nível de alerta médio para o novo coronavírus, porém com uma exceção, que permite a abertura do comércio na data.

Para Turmina, se a prefeitura pretendia ajudar o comércio deveria antecipar a permissão para o próximo domingo, 2 de maio, e não no próprio Dia das mães. “O melhor domingo para abrir o comércio seria este, dia 2 de maio. Seria bom para todo mundo. Para o domingo, dia 9, só se justifica a abertura do setor de alimentação”, disse o presidente da ACP.

LEIA TAMBÉM:

Segundo ele, se a prefeitura pretende ajudar o comércio, deveria permitir a abertura do comércio já neste domingo. “Esta sim seria uma data útil tanto para o consumidor quanto para o lojista, que vem sofrendo tanto com a queda nas vendas”, acrescentou Camilo Turmina.

Siga-nos no Instagram para ficar sempre por dentro das notícias:

Veja Também

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

X