Associação Comercial oferece projeto piloto para controle de passageiros no transporte coletivo

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp

Da Redação

O sistema analisa em tempo real o fluxo de pessoas através do sinal de wi-fi e bluetooth de smartphones, indicando quantos passageiros estão no ônibus. (Foto: Geraldo Bubniak)

A Associação Comercial do Paraná endereçou correspondência à Urbs e à Comec em que oferece um projeto piloto de controle de pessoas dentro dos ônibus como medida de apoio às políticas de combate à epidemia de Covid-19. A entidade solicita a disponibilização de quatro ônibus de linhas com volume expressivo de passageiros para testagem do sistema, sendo dois veículos para Curitiba e dois para a região metropolitana. A empresa que faz a medição já atua em outras cidades. A ACP se propõe a custear o projeto piloto. O sistema, desenvolvido pela startup Milênio Bus, de São Paulo, analisa em tempo real o fluxo de pessoas através do sinal de wi-fi e bluetooth de smartphones.

LEIA TAMBÉM:

De acordo com a correspondência, o sistema é eletrônico e com inteligência artificial que consegue calcular o número de pessoas dentro do veículo. “Diante da escassez de capital humano para averiguar cada ônibus e seus trajetos, o sistema irá acender uma luz vermelha no interior dos veículos demonstrando que atingiu a capacidade legalmente autorizada naquele momento. Essa é uma forma de educar a população quanto ao limite de pessoas, ajudar o sistema público a não transportar um número excessivo de pessoas e por outro lado será um termômetro para a autoridade pública quanto a eficiência de suas medidas restritivas”, diz o texto.

Siga-nos no Instagram para ficar sempre por dentro das notícias:


Veja Também

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

X