Audi anuncia retomada da produção na fábrica de São José dos Pinhais em 2022

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp

Da Redação

Anúncio foi feito pelo CEO e presidente da Audi do Brasil, Johannes Roscheck (Foto: Divulgação)

A Audi vai retomar a linha de montagem em São José dos Pinhais, na Região Metropolitana de Curitiba, com a produção dos modelos Audi Q3 e Audi Q3 Sportback a partir de 2022. O anúncio foi feito pelo CEO e presidente da Audi do Brasil, Johannes Roscheck nesta terça-feira (14), em São Paulo. O modelo pré-série do Q3 Sportback, que já é montado no Paraná, também foi apresentado durante o encontro e teve a participação do governador do Estado Ratinho Jr.

Única fábrica da multinacional na América do Sul, a Audi tinha paralisado a produção em São José dos Pinhais em dezembro de 2020, para adequar a linha de montagem para os novos veículos. A produção deve iniciar em meados do ano que vem. “Mesmo em um momento desafiador, a empresa sempre trabalhou para viabilizar a fabricação nacional por acreditar no potencial do País e na credibilidade que a marca ganha na visão dos nossos clientes”, salientou Roscheck.

A produção do Audi Q3 com motor 2.0 em suas duas carrocerias, ambos com a tecnologia de tração quatro – utilizada pela primeira vez pela Audi na fabricação nacional – será feita em uma linha de montagem exclusiva, a mesma que produziu a geração anterior do SUV até 2019. O método adotado nesta fase será o SKD ou Semi Knocked-Down, em que o veículo desembarca no País parcialmente desmontado.

Os modelos serão inicialmente fabricados em Györ, na Hungria, e chegarão ao Porto de Paranaguá divididos em conjuntos de peças para a montagem final em São José dos Pinhais. As etapas de produção concluídas no Brasil contemplam a união da carroceria com motor, transmissão e eixos, conexão do sistema de escapamento, montagem das rodas e inclusão da bateria e líquidos de arrefecimento.

HISTÓRIA

A Audi iniciou sua operação no Brasil em 1999, com a inauguração da unidade de São José dos Pinhais, onde foram produzidos os Audi A3 de primeira geração nacionais. A produção do modelo seguiu até 2006, quando a Audi decidiu interromper a fabricação local.

A montadora resolveu, então, retomar a linha de montagem no País em 2012, quando o governo brasileiro instituiu o Inovar-Auto, programa de Incentivo à Inovação Tecnológica e Adensamento da Cadeia Produtiva de Veículos Automotores. Para isso, a empresa investiu cerca de 150 milhões de euros na unidade paranaense, valor próximo de R$ 500 milhões na época.

LEIA TAMBÉM:

A produção teve início em 2015 com o A3 Sedan – até hoje o único modelo com motor flex feito pela Audi em todo o mundo – e, em 2016, passou a produzir também o Q3. A fabricação do SUV seguiu até 2019, com o fim do ciclo de vida da geração anterior. O A3 Sedan foi fabricado até 2020, também com o fim do ciclo de vida da geração.

Siga-nos no Instagram para ficar sempre por dentro das notícias:

Veja Também

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

X