Bandeira Vermelha pode ser prorrogada em Curitiba nesta terça

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp

Da Redação

blank
Nesta segunda-feira (07) 6113 pessoas estavam internadas nas redes pública e particular para tratamento de Covid-19 no Paraná. (Foto: Amanda Perobelli/Agência Brasil)

Desde o dia 29 de maio vigora a Bandeira Vermelha em Curitiba, motivada pelo aumento no número de casos de Covid-19 e sobrecarga no sistema de saúde da capital. O Decreto Municipal 940 termina nesta quarta-feira (09) quando o Comitê de Técnica e Ética Médica da prefeitura deve se pronunciar sobre a prorrogação ou não das medidas restritivas.

Para dar conta da demanda, 19 unidades básicas de saúde se transformaram em pronto atendimento, de segunda a sexta-feira, das 7h às 20h. Deste total, 10 estão funcionando também durante os fins de semana e feriados, das 7h às 17h, como pronto atendimento. Veja a lista completa aqui. 

A Secretaria Municipal da Saúde permanece monitorando o índice que determina o grau de risco para Covid-19. A ocupação nos leitos de UTI exclusivos para tratamento de Covid-19 segue alta em Curitiba. Nesta segunda-feira (07) a taxa de ocupação nas unidades de terapia intensiva na capital estava em 102%. Foram registrados 878 novos casos e 27 mortes na capital. A taxa de ocupação das 746 enfermarias exclusivas para tratamento do novo coronavírus ficou em 87%.

Apesar da vacinação ter aumentado e novos lotes de imunizantes estarem sendo distribuídos às regionais de saúde, o Paraná segue com altos índices da doença. Ontem (07) o governador Ratinho Jr. chegou a decretar luto oficial em homenagem às vítimas da Covid-19. O estado acumula 27.014 mortes e 1.115.630 casos confirmados desde o início da pandemia. A bandeira do Paraná está a meio mastro no Palácio Iguaçu.

LEIA TAMBÉM:

A Secretaria da Saúde do Paraná confirmou ontem a morte de mais 100 pacientes vítimas da doença. Foram 39 mulheres e 61 homens, com idades entre 19 a 99 anos. As mortes foram registradas entre 07 de abril e 07 de junho de 2021 e contabilizadas no boletim de segunda-feira (07).

Os internamentos, que podem determinar a prorrogação das medidas restritivas, seguemaltos no Paraná. De acordo com o último boletim divulgado na segunda, 6.113 pessoas estavam internadas em leitos exclusivos para tratamento de Covid-19 nas redes pública e particular.

Líder de Greca na Câmara Municipal prevê volta para Bandeira Laranja

O vereador Pier Petruzziello, líder do governo na Câmara Municipal de Curitiba, aposta na volta da Bandeira Laranja na capital. Em uma postagem nas redes sociais feita na tarde desta terça-feira (08) ele escreveu: Bandeira Laranja.

A mudança reflete pedido dos comerciantes de Curitiba, que semana passada protestaram contra os constantes lockdowns na cidade.

Associação Comercial do Paraná protesta

Em manifestação feita pelas redes sociais nesta terça-feira (08) a Associação Comercial do Paraná mantém o posicionamento contrário aos lockdowns adotados para diminuir a circulação do vírus na capital. De acordo com levantamento divulgado pela ACP, desde o início da pandemia os comerciantes da capital ficaram 152 dias com as portas fechadas e 290 dias com restrições de horários.

blank
Arte produzida e divulgada pela Associação Comercial do Paraná nas redes sociais da entidade.

Siga-nos no Instagram para ficar sempre por dentro das notícias:

Veja Também

1 comentário em “Bandeira Vermelha pode ser prorrogada em Curitiba nesta terça”

  1. blank
    Ivete De Q Fernandez

    Quem vai paga minhas contas tenho um bar e ta fechado a um ano praticamente tenho que paga o mei todo mes cade nosso auxilio que o governo so falo e nao saiu do papel como vou sobreviver ou moro de fome e nao to podemdo paga nem agua e luz muito menos as minhas contas parcelas de carro eremedios e minha despesas…quem vai paga isso para min …ou deixa nos trabalha ou iremos pro serasa e moremos d fome …

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

X