DESKTOP

Bebidas e até toldos de restaurantes são alvos de ladrões em Curitiba

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp

Da Redação

blank
O bistrô L’Entrecôte de Paris, na Alameda Presidente Taunay, teve o toldo da fachada principal e a iluminação externa arrancados de madrugada. (Foto: Portal Reinaldo Bessa)

Uma onda de assaltos a estabelecimentos comerciais tem sido registrada nos últimos dias em Curitiba. Aproveitando-se do pouco policiamento à noite, ladrões estão roubando de tudo, de fiação da rua a toldos e bebidas de bares, restaurantes e lojas em vários pontos da cidade. Uma das vítimas nesta semana foi o bistrô L’Entrecôte de Paris, na Alameda Presidente Taunay, no Batel. O toldo da fachada principal e a iluminação externa foram arrancados de madrugada. Outro restaurante, o Aipo Super Foods, alguns metros adiante na mesma rua, também teve o toldo arrancado no último fim de semana. Tudo flagrado pela câmera de segurança do estabelecimento.

Segundo o proprietário do Aipo, Leandro Ling, o ladrão fez três tentativas, uma às 22h40, outra às 2h30 e a terceira às 3h20 da manhã, quando conseguiu levar a peça, que era grande e pesada. O bandido também forçou a porta do restaurante, mas não conseguiu entrar. Mesmo tendo alarme, ele conseguiu executar o roubo sem ser importunado. “Estão fazendo uma festa no bairro”, lamenta Ling.

LEIA TAMBÉM:

Do outro lado da rua a boate Class Night Club foi assaltada na madrugada de terça para quarta-feira (24) e também o vizinho bar +55, de onde os dois bandidos saíram carregando várias caixas de bebidas. Eles chegaram em um táxi, conforme registrado pela câmera de um salão de beleza nas proximidades. É possível vê-los carregando com calma as caixas de bebidas pela rua. Na madrugada desta quinta-feira (25), os ladrões tentaram entrar novamente na boate, mas não conseguiram.

A empresária Maria Fernanda Pisani Geara, proprietária do L’Entrecôte de Paris, disse que o roubo em seu estabelecimento ocorreu por volta de 1h10 da manhã de segunda para terça-feira desta semana e que a ação foi muito rápida. O restaurante tem vários toldos, mas só foi levado o maior, da fachada principal, além da iluminação externa. Os dois restaurantes assaltados estão funcionando apenas por delivery devido ao lockdown municipal.

Segurança privada

O empresário Eduardo Feliz, sócio do Lucca Café e membro do grupo Petit Batel, que reúne 80 comerciantes de algumas ruas do bairro, disse ao portal que a solução será contratar uma empresa de segurança privada e ratear as despesas com os proprietários de comércio e moradores do entorno. Segundo ele, nesta sexta-feira (26) será realizada uma vídeo-reunião para discutir o assunto, que já é consenso no grupo. Ele diz que a intenção é reunir até 150 participantes para bancar a contratação da empresa.

Para o presidente da Associação Brasileira de Bares e Casas Noturnas (Abrabar), Fabio Aguayo, a questão da segurança está focada em cumprir os decretos municipais em Curitiba e em todo o estado e deixando vulnerável o setor de gastronomia e entretenimento. “Os marginais estão fazendo uma verdadeira festa enquanto a polícia corre atrás de aglomeração”, critica Aguayo.

O portal entrou em contato com a Polícia Militar e a Guarda Municipal para saber que providências estão sendo tomadas a respeito. Até o momento somente a Guarda Municipal deu retorno. Por meio de sua assessoria, a GM afirmou que mantém equipes que trabalham no atendimento a ocorrências 24 horas por dia em patrulhamento preventivo, com apoio de viaturas, da ciclopatrulha e do Grupo Tático de Motos e cujos resultados são demonstrados com prisões noticiadas com frequência.

Além disso, a prefeitura está em fase de instalação de novas câmeras de videomonitoramento em pontos estratégicos, como parte do projeto Muralha Digital. A Guarda Municipal diz ainda que numa situação de emergência ou caso se verifique uma atitude suspeita, deve-se entrar em contato pelo telefone 153 ou com a Polícia Militar pelo 190.


Os ladrōes chegaram em um táxi, conforme registrado pela câmera de um salão de beleza nas proximidades. (Vídeo: Divulgação)


No bar +55, os ladrōes saíram carregando várias caixas de bebidas. (Vídeo: Divulgação)




Restaurante Aipo na Alameda Presidente Taunay. (Vídeo: Divulgação)


(Vídeo: Divulgação)


(Vídeo: Divulgação)

Siga-nos no Instagram para ficar sempre por dentro das notícias:

Veja Também

blank

2 comentários em “Bebidas e até toldos de restaurantes são alvos de ladrões em Curitiba”

  1. Pingback: Onda de assaltos aumenta drama de comerciantes em Curitiba - Delegado Francischini

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

blank
X