DESKTOP

Campanha promove conscientização e bem estar para míopes

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp

Da Redação

blank
A médica oftalmologista Tania Schaefer, presidente da Sociedade Brasileira de Lentes de Contato, Córnea e Refratometria, recomenda exames periódicos. (Foto: Divulgação)

A importância da saúde visual da criança e o crescimento dos casos da miopia fazem parte das atenções e preocupações dos oftalmologistas brasileiros. De acordo com dados da Organização Mundial de Saúde (OMS), duas pessoas a cada seis serão míopes em 2021. Em 2050, a proporção será de cinco a cada 10 pessoas.

A oftalmologista curitibana Tania Schaefer, presidente da Sociedade Brasileira de Lentes de Contato, Córnea e Refratometria (Soblec), defende a prevenção e o diagnóstico precoce alertando que quanto mais cedo o problema de visão for detectado, melhor a qualidade de vida e menores os riscos da miopia evoluir para a cegueira. Segundo ela, visitas regulares aos consultórios oftalmológicos devem fazer parte da rotina dos responsáveis pelas crianças e adolescentes. “É essencial o cuidado com a saúde ocular e o diagnóstico precoce”, reforça a médica.

O alerta consta de uma campanha da Soblec que tem o apoio do Conselho Brasileiro de Oftalmologia, Sociedade Brasileira de Oftalmologia Pediátrica, Sociedade Brasileira de Visão Subnormal, Sociedade Brasileira de Retina e Vítreo e Sociedade Brasileira de Pediatria. E além de prevenir a evolução da miopia, o uso de lentes de contato melhora a autoestima de quem opta pelo método.

blank
O jornalista Osni Bermudes é o personagem da Campanha Alerta Miopia. (Foto: Arquivo pessoal)

Para o jornalista Osni Bermudes, escolhido personagem da campanha, a substituição dos óculos por lentes de contato deu novo sentido à sua vida. Quando tinha 5 anos, Osni percebeu que não enxergava tão bem quanto as outras crianças. Passou a usar óculos e isso trouxe problemas durante a adolescência, quando qualquer transformação mexe com o amor próprio. “Eu passei a ter problemas sociais, entre eles, o bullying. Hoje em dia esse tipo de atitude é menos frequente, mas na época isso me afetou muito. Eu era chamado de ‘quatro olhos’ e ‘fundo de garrafa’, revela ele.

Isso só mudou quando Osni passou a usar lentes de contato. Segundo ele, desde que adotou a nova tecnologia, passou a ter uma vida normal e plena. “Eu faço vários exames e continuo controlando minha miopia. Posso afirmar que minha visão é excelente”, conta.

Para a médica Tania Schaefer, os benefícios do uso de lentes de contato influenciam diretamente o bem estar das pessoas. E ela finaliza falando sobre a campanha permanente da Soblec Alerta Miopia, que aposta na conscientização para reduzir os problemas de visão e melhorar a autoestima das pessoas.
Para saber mais, acesse o site da Soblec, clique aqui.

Siga-nos no Instagram para ficar sempre por dentro das notícias:

Veja Também

blank

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

blank
X