Campanha voltada a advogados oferece triagem gratuita para diagnóstico precoce de doenças oculares

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp

Da Redação

blank
Os advogados interessados poderão agendar a triagem gratuita até amanhã (28). (Foto: Divulgação)

Com foco na saúde visual dos advogados que passaram a exercer sua função principalmente online, a Caixa de Assistência dos Advogados do Paraná (CAA-PR) em parceria com a organização Num Piscar de Olhos lançou uma campanha preventiva para diagnosticar doenças oculares. Até amanhã (28) serão realizadas triagens visuais de forma gratuita para advogados na sede da OAB-Pr, com agendamento prévio pelo portal Saúde Ocular 2021 e respeitando os protocolos de segurança contra a Covid-19.

Em formato de “blitz in loco”, profissionais de saúde do projeto realizam uma consulta completa para verificar a acuidade visual e erros refrativos, com rapidez, segurança e eficácia, utilizando dois dos mais modernos equipamentos portáteis, proporcionando comodidade e praticidade no atendimento. “Quase todas as doenças oculares são silenciosas e as pessoas só procuram auxílio médico quando p estágio está avançado. É o caso da catarata e também do glaucoma”, explica o médico Carlos Augusto Moreira Júnior, responsável técnico pelo projeto e diretor clínico do Hospital de Olhos do Paraná.

A diretoria da CAA-PR estuda a possibilidade de levar a ação preventiva para outras regiões do estado.
De acordo com a Organização Mundial da Saúde, de 60% a 80% dos casos de cegueira são evitáveis. Entre as causas mais comuns de perda de visão estão a Catarata, o Glaucoma, a Retinopatia Diabética, a Degeneração Macular Relacionada à Idade (DMRI) e a cegueira infantil.

Tecnologia x saúde dos olhos

A pandemia tem se refletido em algumas mudanças de hábitos como o home office, que apesar de tornar o trabalho mais ágil, expõe os trabalhadores ao uso excessivo de tecnologia com aumento no tempo de permanência em frente às telas de celulares, computadores ou tablets tende a afetar a saúde ocular e pode levar à cegueira.

LEIA TAMBÉM:

A pesquisa Global Digital Overview 2020, feita pelo site We Are Social, em parceria com a ferramenta Hootsuitem, constatou que o ser humano fica on-line em média 6 horas e 43 minutos por dia. Esses números trouxeram à tona a síndrome da visão por computador ou Síndrome da Visão Computacional (CVS), causada pelo uso excessivo dos aparelhos digitais, que acontece quando a luz dos dispositivos está tão intensa que chega a imitar a luz solar e confundir nossos hormônios, ao ponto de diminuir substancialmente a qualidade do sono e a conhecida troca do dia pela noite.

Permanecer por mais de 6 horas ao dia em frente aos eletrônicos pode ocasionar dores de cabeça, cansaço visual e envelhecimento precoce da retina. Existem dois tipos de luz azul: a turquesa e a violeta.
A “luz azul violeta” é considerada a vilã da história. Isso porque ela está presente em praticamente todos os eletrônicos que usamos diariamente, sendo quase impossível escapar dela.

Segundo o IBGE, mais de 35 milhões de brasileiros sofrem algum tipo de alteração na visão e números apontam que 50% da população mundial terá de usar óculos até 2050. Para ajudar a combater esse mal, a organização “Num Piscar de Olhos” está firmando parceria com órgãos de classes para realizar uma triagem visual a fim de identificar precocemente alterações na visão de adultos e crianças.

Serviço:
Data: Até 28 de maio
Local: Sede OAB PR- Rua Brasilino Moura, 253 – Ahú
Agendamento: www.caapr.org.br/saudeocular2021

Siga-nos no Instagram para ficar sempre por dentro das notícias:


Veja Também

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

X