Cem pessoas são presas no Paraná por solicitar auxílio emergencial do governo federal indevidamente

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp

Da Redação

Ao menos 100 pessoas foram presas durante as ações da Polícia Civil e Controladoria Geral da União. (Foto: PCPR)

A Polícia Civil do Paraná e a Controladoria Geral da União (CGU) realizaram uma operação para o cumprimento de mandados de prisão de pessoas que receberam o auxílio emergencial do governo federal e são procuradas pela justiça. Ao menos 100 pessoas foram presas durante as ações, que tiveram início na segunda-feira (16) e foram finalizadas nesta quinta (19) em todo o estado. Dentre os presos estão foragidos por crimes de roubo, homicídios, tráfico de drogas e outros. As diligências prosseguem a fim de localizar outros procurados.

Durante a operação, o trabalho da CGU consistiu em fazer a identificação de pessoas que solicitaram o auxílio emergencial e que são procuradas pela Justiça. A Polícia Civil foi responsável por fazer as investigações, apontar a localização dos procurados e distribuir a todas as unidades do estado, responsáveis pela captura.

O governo federal pagou parcelas do auxílio emergencial em valores de R$ 600 e R$ 1,2 mil para pessoas inscritas no Cadastro Único (CadÚnico). Os valores seriam destinados originalmente aos trabalhadores informais, autônomos, microempreendedores individuais (MEI) e contribuintes da Previdência que ainda não possuíam informações no Cadastro Único.

LEIA TAMBÉM:

Siga-nos no Instagram para ficar sempre por dentro das notícias:

Veja Também

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

X